Em mais uma iniciativa de apoio às comunidades carentes em meio a pandemia da covid-19, o Departamento de Narcóticos da Polícia Civil de Rondônia (Denarc) está realizando uma “Ação Solidária ” de arrecadação de alimentos para assistência a 100 famílias em situação de vulnerabilidade social de Porto Velho , com cestas básicas completas.

De acordo com o delegado Raimundo Mendes, diretor do Denarc, o Departamento produziu um folder com telefones para orientar as doações (99322-6136, 99274-2466, 99268-6557 e 99247-0699), para facilitar a comunicação com os doadores. Ele explicou que a seleção das famílias para receber o benefício vai ser realizada por indicação dos próprios policiais, com base do cadastro realizado por telefone durante o período da campanha da Ação Solidária.

Para o titular da Delegacia, toda sociedade brasileira passa por um momento difícil em decorrência da crise de saúde e econômica causada pela pandemia da covid-19, e que este segmento social, as famílias em situação de vulnerabilidade social, é que está sofrendo mais as consequências desta crise, devido a falta de trabalho e de outras alternativas para garantir o sustento. “Sempre realizamos este tipo de ação e neste momento ela é fundamental para ajudar as famílias”, disse.

Pelos telefones as pessoas podem fazer as doações ao projeto da Ação Solidária do Denarc

O delegado explicou que a Denarc desenvolve projetos sociais como este, há mais de oito anos, mas sempre voltados  às crianças carentes, com doação de brinquedos e orientação dirigidas, com o objetivo de prevenir sobre o mundo das drogas. Desta vez, contudo, o foco, segundo ele, é o contingente populacional em situação de pobreza, onde muitas famílias passam por grandes dificuldades, jovens, adultos e crianças, que sofrem com a falta de trabalho, dinheiro e consequentemente a escassez de alimentos.

Nesta ação coordenada pelo Denarc, além do trabalho de todos os servidores, a instituição conta também com o apoio de funcionários de outras delegacias e de instituições públicas que abraçaram a causa, com a expectativa de conseguir a doação de 100 cestas básicas, e atender consequentemente 100 famílias, com produtos e gêneros de primeira necessidade e que não sejam perecíveis (arroz, feijão, óleo, café, leite, açúcar, macarrão, enlatados, etc) e também em  dinheiro, aos que preferirem, para garantir o mínimo a essas famílias em termos de alimentação.

Um dado importante destacado pelo delegado Raimundo Mendes é que nesta campanha da Ação Solidária, a prioridade de atendimento será para às mães chefes de famílias, que sofrem duplamente toda carga de dificuldade para manter e sustentar o lar (filhos e netos, eventualmente). “Por isso ao convidar a sociedade rondoniense a nos ajudar nesta ação importante, quero agradecer a todos que já fizeram sua doação e dizer que sem ela este projeto de distribuir amor e solidariedade, por meio do pão, não seria possível”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui