Dono do PSG aceita disputar Liga dos Campeões fora da França

Porto Velho, RO – Dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi, não reclamou das determinações do governo que ocasionaram o encerramento precoce da temporada no país. Porém, ele deixou claro que o clube poderá completar sua participação na Liga dos Campeões atuando em outro lugar.

“É claro que respeitamos a decisão do governo francês. Planejamos competir na Liga dos Campeões de acordo com a UEFA, onde e quando ela ocorrer. Se não for possível jogar na França, jogaremos nossas partidas no exterior, sujeitas às melhores condições para nossos jogadores e à segurança de todos os nossos funcionários”, disse via assessoria de imprensa.

Nesta terça-feira (28), o primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, disse que a temporada atual não poderá ser concluída, já que eventos esportivos não poderão acontecer até o mês de setembro em razão da pandemia de coronavírus.

Na segunda (27), a França registrou mais 437 mortes pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo balanço divulgado pelo governo e publicado pelo jornal Le Monde. O número de hospitalizados e de pacientes em terapia intensiva, porém, caiu. O país soma 23.293 óbitos desde o início da pandemia, sendo 14.497 em hospitais e 8.796 em asilos.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA