Fila para cirurgia de Cataratas será zerada até julho em Rondônia

Governo de Rondônia e a deputada federal Jaqueline querem zerar a fila de espera de cirurgia de catarata

O sofrimento para as pessoas que tem catarata está com os dias contatos em Rondônia. O governador, Coronel Marcos Rocha, secretário de saúde, Fernando Máximo e a deputada federal Jaqueline Cassol, intensificaram os mutirões de cirurgias de cataratas do Projeto Fila Zera.
Em 2019 o Governo do Estado iniciou as cirurgias em Porto Velho, capital do Estado, onde foram realizadas 2.500 cirurgias. “Haviam pacientes há mais de 06 anos esperando na fila para serem operados, pacientes cegos que voltaram a enxergar, são ações que nos emocionam”, pontuou o Secretário Fernando Máximo.

“Fui eleito para trabalhar para o povo, em meu governo não haverá corruptos. Algumas pessoas que não amam o Estado ficam torcendo para que o Governo erre, mas quando acerta também criticam, para essas pessoas não dou atenção, não dou importância para esse tipo de crítica, dou valor a críticas construtivas. Fala mal do governo para aquele senhor que era surdo/mudo e tinha ficado cego por causa da catarata e agora está enxergando. Fala mal do governo para aquela senhora que nunca tinha visto os netos e hoje consegue ve-los por causa da cirurgia. Sim, eu chorei e me emocionei nestes dois casos, significa que estamos no caminho certo”, frisou o governador, Coronel Marcos Rocha.

A segunda etapa do projeto chegou no interior e serão atendidos os pacientes das cidades de Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão do Oeste, São Felipe do Oeste, Primavera de Rondônia e Ministro Andreazza, Costa Marques, Seringueiras e São Francisco, no Vale do Guaporé. Ao todo serão 1.000 vagas para os pacientes que se encontram na fila do Sistema de Regulação Estadual (Sisreg). Os pacientes que não estão inscritos, deverão procurar a regulação no município para entrarem na fila para realizarem a operação da catarata. As cirurgias iniciam no dia 01 de fevereiro.

A deputada federal Jaqueline Cassol, destinou o valor de R$ 3,6 milhões à oftalmologia para essa etapa. Jaqueline Cassol que também possui o Projeto Visão, nome dado aos mutirões de cataratas, que também já aconteceu em Vilhena, no mês de dezembro e beneficiou 500 pacientes por meio da emenda parlamentar da deputada. A meta é zerar a fila por esse tipo de cirurgia em Rondônia. Fazer o bem, é ajudar as pessoas no que elas mais precisam, saúde. E enxergar bem é uma prioridade para todos”, explicou.

O evento contou também com a participação da prefeita Glaucione  Rodrigues e os deputados estaduais Adailton Fúria, Edyer Brasil e Cirone Deiró.

Fonte: Inforondonia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA