Toneladas de rouparia das unidades estaduais de saúde em Porto Velho são higienizadas na lavanderia do Hospital de Base

Toneladas de rouparia das unidades estaduais de saúde em Porto Velho são higienizadas na lavanderia do Hospital de Base

Porto Velho, RO Para centralizar o processo de higienização das roupas hospitalares das unidades estaduais de saúde em Porto Velho, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), adotou como medida a realização da lavagem na lavanderia do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, tendo em vista sua estrutura industrial que conta com máquinas lavadoras e secadoras de grande porte.

As roupas das unidades estaduais: Assistência Médica Intensiva (AMI), Pronto Socorro João Paulo II, Hospital Infantil Cosme e Damião (HICD), Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), Instituto Médico Legal (IML) e Policlínica Oswaldo Cruz (POC), estão sendo higienizadas no Hospital de Base e somam diariamente cerca de três toneladas.

Para auxiliar nessa força tarefa, a secretaria de saúde tem lotado novos servidores emergenciais para colaborar no Núcleo de Lavanderia da unidade.

Rizonete da Silva, coordenadora do Núcleo de Lavanderia, explica que “o processo de higienização é separado em duas partes. A área suja recebe as roupas usadas das unidades, onde é feito o processo de separação, pesagem e lavagem, e a área limpa realiza a secagem”. Na área limpa, as roupas são dobradas e embaladas para serem reenviadas  aos hospitais.

Com 61 servidores no setor, durante o dia o processo de lavagem funciona com sua capacidade máxima e no período noturno há servidores escalados para realizarem o processo de secagem e organização das peças. O núcleo também conta com um ateliê de costura, que confecciona a rouparia do Hospital.

“O serviço de lavanderia é essencial em uma unidade hospitalar. O Hospital de Base conta com verdadeiros guerreiros nesse setor, somos gratos a cada um deles por sua dedicação ao nosso hospital e à Sesau”, acrescenta Raquel Gil, diretora geral do Hospital de Base.

CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH)

Marcela Miranda, enfermeira da equipe de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital de Base, explica que “as roupas oriundas de pacientes de Covid-19 são identificadas em sacos diferenciados, para proteção dos nossos colaboradores e para que, na hora de higienizá-las, haja menor dispersão de aerossóis”.

Os procedimentos adotados pela equipe de lavanderia são orientados pela Nota Técnica nº 04/2020, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Atividades educativas in loco são realizadas pela equipe de educação permanente, para esclarecer dúvidas dos profissionais em relação aos procedimentos adotados e também para orientar a utilização correta dos equipamentos de proteção individual.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA