Por unanimidade, a Câmara Municipal aprovou o projeto de reforma do Fundo de Assistência Médica do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho (Ipam), nesta terça-feira (23).

Na prática, a mudança permite ao instituto aumentar a contribuição dos associados em 2%. A ideia é fortalecer a receita mensal para equilibrar as contas e permitir a abertura de novos pontos de atendimento aos beneficiários.

“Temos dois institutos, o Ipam previdência que está com a situação financeira muito boa e o Ipam assistência médica. Esse último passa por algumas dificuldades que serão equacionadas com o projeto agora aprovado pela Câmara Municipal”, explicou o presidente do instituto, Leandro Basílio.

 

A reforma tem apoio de servidores municipais. Joelson Chaves, professor e sindicalista, destaca o esforço do prefeito de Porto Velho na elaboração do projeto e do compromisso com os servidores associados.

Presidente do Ipam diz que assistência médica aos servidores está garantidaPresidente do Ipam diz que assistência médica aos servidores está garantida

“Compensa fazer esse reajuste uma vez que muitos de nós não têm condição de manter um plano de saúde. Entendemos que o prefeito fez um bom estudo para manter a assistência médica pelo Ipam”, disse o servidor.

Na votação, o presidente da Câmara, Edwilson Negreiros, também destacou a articulação do Executivo Municipal na aprovação do projeto.

“Ressalto o papel fundamental do Executivo, que cuidou diretamente dessa discussão. Conversando, se entendendo e dialogando para levar o melhor aos servidores públicos”, afirmou o vereador.

O prefeito Hildon Chaves destaca que a aprovação do projeto vai permitir que o Ipam continue com sua saúde financeira e atendendo os servidores associados de forma digna.

Vereadores aprovaram projeto por unanimidade em sessão híbridaVereadores aprovaram projeto por unanimidade em sessão híbrida“A prefeitura de Porto Velho tem um compromisso com o trabalho valoroso prestado por nossos servidores. Por isso, sempre estudamos a melhor proposta para manter os serviços e benefícios prestados a eles”, finaliza o prefeito.

O projeto foi provado com unanimidade pelos vereadores na primeira votação. Ao todo, foram 21 votos. O projeto agora segue para a segunda votação, conforme o regime interno da Casa.

Texto: Pedro Bentes

Fotos: Pedro Bentes/ Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação – SMC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui