Porto Velho conquista prêmio nacional em saúde com o projeto de vacinação itinerante

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
Portal Rondônia de Notícia - Noticias de Rondônia

Porto Velho conquista prêmio nacional em saúde com o projeto de vacinação itinerante

As equipes da Semusa vão até as comunidades mais distantes para levar a imunização

Porto Velho, RO - Vacinar é cuidar de si e do outro, nem que para isso seja necessário enfrentar as adversidades do tempo, de estrutura e localização. Com esse compromisso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) de Porto Velho, através da Divisão de Imunização, desenvolve o projeto de vacinação itinerante, premiado na quarta-feira (19) como a melhor experiência de Rondônia na Oficina Nacional ImunizaSUS, realizada no 37° Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, em Goiânia.

O projeto denominado “Vacina itinerante: sala móvel e a busca pelas altas coberturas vacinais” foi apresentado pela coordenadora da Divisão de Imunização da Semusa, Elizeth Gomes, e apontou as adversidades que os profissionais de saúde vivenciam rotineiramente para cumprir o dever de transportar doses de cidadania e proteção a quem mais precisa, principalmente aqueles quem vivem em regiões remotas, como zonas rurais, distritos e comunidades ribeirinhas.

O trabalho da Semusa esteve entre os 420 apresentados durante o 37° Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde e venceu na modalidade de premiação por estado. Além do certificado, a experiência vai fazer parte de um documentário produzido pelo Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Para Elizeth Gomes, o prêmio é o reconhecimento do esforço de toda equipe

Para Elizeth Gomes, o prêmio é o reconhecimento do esforço de toda equipe, que trabalha arduamente para levar proteção e saúde ao cidadão. “O trabalho nas salas de vacina é de fácil visualização para todos. Mas, as ações itinerantes, nos finais de semana, feriados, na zona rural, comunidades ribeirinhas, com os acamados, quase ninguém vê. É um grande trabalho, que envolve muitos profissionais e geralmente dá muito trabalho, pois são longas distâncias percorridas”.

Elizeth Gomes também destaca o apoio integral das secretárias da Semusa, que apoiam, incentivam e auxiliam na promoção de ações que buscam aumentar a cobertura vacinal da população de Porto Velho. “Elas são gestoras, mas também profissionais da saúde e compreendem as necessidades de estarmos sempre atuantes na vigilância em saúde e prevenção de doenças”.

A secretária da Semusa, Eliana Pasini, comemorou o reconhecimento do trabalho. “É um sinal de que estamos no caminho certo. Esse prêmio é como um ânimo ainda maior para fazermos cada vez mais a diferença na saúde da nossa população”.

Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários