Sesdec e Sejus, assinam Termo de Cooperação, para compartilhamento de sistemas integrado no CIOP

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
Portal Rondônia de Notícia - Noticias de Rondônia

Sesdec e Sejus, assinam Termo de Cooperação, para compartilhamento de sistemas integrado no CIOP

A sala de monitoramento será compartilhada com agentes da Sejus

Porto Velho, RO - Nesta quinta-feira, a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania – Sesdec assinou junto à Secretaria de Estado da Justiça – Sejus, um Termo de Cooperação Técnica, que tem por objeto, estabelecer ações integradas entre as mesmas, por meio de compartilhamento de instalações, sistemas, tecnologias, ações de Segurança Pública e ocupação do Centro Integrado de Operações – CIOP da Sesdec. Esse acordo, busca unir esforços e compartilhar equipamentos, recursos, sistemas e instalações para ampliar a capacidade de atendimento, e integrar as atividades de gestão e monitoramento da Sejus com as operações do CIOP.

O Termo estabelece diretrizes específicas para a participação dos policiais penais na rotina diária das atividades do Centro, dentro das atribuições que lhes são designadas. Isso implica que, os policiais penais atuarão de forma integrada com os demais órgãos de Segurança Pública e Defesa Civil, acompanhando 24 horas, os apenados monitorados por tornozeleira eletrônica.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a cooperação entre as secretarias visa fortalecer a integração entre as instituições envolvidas, promovendo a eficiência e eficácia das operações de segurança e monitoramento, bem como aprimorando a resposta conjunta, em situações de emergência ou crises.

Segundo secretário da Sesdec, Felipe Vital, o Termo vai otimizar a utilização dos recursos, “a colaboração entre as entidades possibilita a otimização dos recursos disponíveis, e o compartilhamento de conhecimentos e expertise, resultando em uma atuação mais coordenada na área de Segurança Pública”, salientou.

A secretaria adjunta da Sejus, Hellane Carvalho ressaltou que, com a integração, o monitoramento de apenados será reforçado.

Postar um comentário

0 Comentários