FOTO: ASSESSORIA

Porto Velho, RO - Em sessão realizada na tarde desta quinta-feira (30) , o Tribunal Regional Eleitoral (TER) manteve a cassação do prefeito de Vilhena, Eduardo Toshiya Tsuro (PSC) e sua vice, Patrícia da Glória (PV) , por 6 votos a 1. O prefeito teve seu mandato cassado por abuso de poder político durante sua campanha de reeleição em 2020.

No mesmo processo, foi condenado também o ex-secretário de Municipal de Agricultura, Jair Dornelas. Também foi negado que Eduardo permaneça no cargo, e novas eleições devem ser convocadas para a escolha do novo prefeito do município.


EDUARDO JAPONÊS SE MANIFESTA NAS REDES SOCIAIS:

Após a decisão do TRE, Eduardo se manifestou nas redes sociais e disse que irá recorrer da decisão, para tentar obter liminar junto ao TSE, para permanecer no cargo. Eduardo ainda ressalta não ter cometido crime algum, e que sempre exigiu um trabalho correto e honesto.

CONFIRA:

Fonte: Vilhena Noticias