Foto: Divulgação

Porto Velho, RO - A Polícia Federal (PF) realizou entre os dias 27 e 29, quarta, quinta e sexta-feira, a operação “Hard Incursion” que visa combater o desmatamento e a exploração ilegal de madeiras no interior das Reservas Indígenas Roosevelt e Parque Aripuanã.

A incursão contou com a participação de 20 policias federais, além de agentes do IBAMA, e teve duração de mais de 48 horas. A ação foi programada devido às inúmeras denúncias de extração e transporte de madeiras da Reserva Indígena Roosevelt e Parque Aripuanã reportadas à Polícia Federal.

Durante a incursão foram encontrados diversos itens usados para a extração de madeiras, além de acampamentos dos criminosos e muitos pontos de desmate com árvores derrubadas. Os devastadores do meio ambiente tentaram impedir a ação policial colando obstáculos nas vias de acesso às Terras Indígenas.

Medidas administrativas foram adotadas pelo IBAMA e todos os itens usados na prática dos crimes foram inutilizados, no escopo de cessar de forma imediata a continuidade das atividades criminosas que degradam a Reserva Roosevelt e o Parque Aripuanã.

As informações coletadas contribuirão para as investigações em andamento na Delegacia de Polícia Federal em Vilhena, bem como para programações de outras ações ostensivas com o objetivo de preservar as Terras Indígenas.

A Reserva Roosevelt e o Parque Aripuanã sofrem constantes ataques de criminosos que buscam subtrair as riquezas naturais dessas Terras Indígenas, sobretudo madeiras legalmente protegidas. A Polícia Federal tem intensificado as ações de combate a esses crimes praticados no Cone Sul do estado de Rondônia.




Fonte: Assessoria