Premier demissionário compareceu ao Parlamento pela última vez antes de recesso e sucessor ser escolhido

Porto Velho, RO - Foi com a expressão "hasta la vista, baby", que se tornou célebre na boca de Arnold Schwarzenegger no filme Exterminador do Futuro 2 (1991) que Boris Johnson deu adeus ao Parlamento britânico nesta quarta-feira. Sob aplausos de aliados e vaias dos adversários, o controverso premier demissionário defendeu seus três anos à frente do Reino Unido, enquanto os conservadores entram na reta final da disputa que escolherá seu sucessor.

Boris foi forçado a anunciar sua renúncia no início deste mês, pressionado por meses de escândalos consecutivos que culminaram em uma debandada em massa de integrantes do seu governo. Seu mandato, contudo, foi marcado por mudanças profundas nas engrenagens britânicas: concluiu a saída britânica da União Europeia, cujos impactos pioram a economia do país, e guiou o país pela pandemia de Covid-19.

— Nós ajudamos, eu ajudei, este país a atravessar uma pandemia e ajudamos a salvar outro país da barbárie (referência ao auxílio britânico à Ucrânia diante da invasão russa). E, francamente, é suficiente — disse o premier. — Missão majoritariamente completa. Quero agradecer a todos aqui e hasta la vista, baby.

O premier compareceu ao Legislativo para as tradicionais "Perguntas ao Primeiro-ministro", uma sessão semanal em que o mandatário britânico responde às indagações e provocações de críticos e aliados. Segundo Boris, "os últimos anos foram o maior privilégio de sua vida".

O primeiro-ministro, contudo, não deve sair do poder nos próximos dias, já que permanece interinamente no cargo até que seu Partido Conservador escolha um novo líder e, consequentemente, o novo líder dos britânicos. A sessão desta quarta foi a última porque o Parlamento entrará de recesso na sexta-feira e só volta dia 5 de setembro, quando o sucessor de Boris e novo ocupante de Downing Street será conhecido.

Fonte: O Globo