Dados foram pesquisados pela Agência Nacional do Petróleo. Rio de Janeiro é o estado com o menor preço do produto.

Porto Velho, RO - Rondônia encerrou a última semana de julho como o estado com o gás de cozinha mais caro de todo o Brasil, com a botija de 13 kg custando em média R$ 133,21. O levantamento foi realizado pelo g1 com dados de pesquisa realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Apesar de ser o mais caro do país, o gás teve redução no preço em comparação com a primeira semana do mesmo mês, quando custava em média R$ 134,20, uma diminuição de 0,73%.

A ANP realizou pesquisa em 55 estabelecimentos de venda de gás de cozinha em seis municípios de Rondônia.

Preço do gás de cozinha no mês de julho em RO
Valores são do preço médio da botija de 13 kg
R$Gás de cozinha3 a 9 de julho10 a 16 de julho17 a 23 de julho24 a 30 de julho133133,25133,5133,75134134,25134,5134,75
Fonte: ANP
Das cidades pesquisadas, Vilhena foi a que apresentou o maior preço, com uma botija podendo chegar a R$ 148, dependendo do estabelecimento. Enquanto Porto Velho foi a cidade com o menor preço verificado em todo o estado, sendo vendida a partir dos R$ 113.

Outros estados

Entre os demais estados do Brasil, o Mato Grosso fica com o segundo lugar no ranking de preços do gás de cozinha, com a botija de 13 kg sendo vendida por R$ 132,92, em média. O Rio de Janeiro, por outro lado, é o estado com o menor preço médio, onde a botija custa cerca de R$ 100,97.

Gás de cozinha nos estados
Valores se referem ao preço médio da botija de 13 kg
R$133,21133,21132,92132,92129,72129,72125,29125,29123,84123,84121,27121,27120,46120,46119,64119,64119,54119,54118,73118,73100,97100,97RondôniaMato GrossoAcreRoraimaTocantinsAmapáParáSanta CatarinaPiauíAmazonas...Rio de Janeiro0255075100125150
Santa Catarina
119,64
Fonte: ANP
Vale-gás

As famílias que recebem o vale-gás no valor médio de 50% do botijão de 13 kg passarão a receber, a partir de agosto, o pagamento integral da unidade.

Como o pagamento total do botijão valerá somente até dezembro, e o vale-gás é pago a cada dois meses, as famílias beneficiárias receberão o valor médio total apenas nos meses de agosto, outubro e dezembro.

Fonte: G1/RO