Após a triagem, a equipe médica definirá aS prioridades e a programação das cirurgias de correção, que serão realizadas pelos voluntários entre os dias 22 e 25 de junho

Porto Velho, RO - Na manhã desta segunda-feira (20), o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde – Sesau e em parceria com a Operação Sorriso, realizou a abertura do programa cirúrgico para crianças nascidas com fissuras labiopalatinas. O programa que acontece pela 8ª vez em Rondônia, visa atender 50 pacientes gratuitamente. Neste primeiro dia foi feita uma triagem para garantir que os pacientes estejam em condições clínicas ideais para realizarem o procedimento.

Na abertura, o projeto contou com a participação de voluntários vindos de vários lugares do Brasil, além de voluntários locais. Entre eles, o cirurgião plástico Henrique Cintras, a coordenadora da assessoria técnica da Sesau – Astec, Mariana Prado; coordenador do Núcleo Fissurados de Rondônia – Nufis RO, Felipe Azevedo e ainda, a representante do Hospital Santa Marcelina, Irmã Maria Lina que agradeceu aos profissionais envolvidos na ação. “Ter esse serviço sendo realizado no nosso hospital é de grande alegria. Faremos de tudo para que nesta semana a unidade esteja totalmente voltada para melhor atender os pacientes da Operação Sorriso. Agradeço a todos os voluntários”, enfatizou a Irmã Lina.

A Operação Sorriso já atendeu 722 famílias em Porto Velho desde 2014

Após a triagem, a equipe médica definirá as prioridades e a programação das cirurgias de correção, que serão realizadas pelos voluntários entre os dias 22 e 25 de junho. No próximo dia 28, a equipe realizará uma consulta pós-operatória nos pacientes que foram operados.

O projeto, que atua em Porto Velho desde 2014, atendeu 722 famílias da cidade e de regiões próximas. No total a Operação Sorriso já realizou 6.275 consultas médicas e operou 405 pacientes.

A mãe duma criança de um ano e seis meses, Carley Baceto, destacou a importância do projeto em Rondônia. “A princípio, quando realizamos o primeiro atendimento, o médico disse que teríamos que ir a São Paulo para fazer a cirurgia. Quando eu recebi a ligação chamando meu filho para cirurgia aqui em Porto Velho, fiquei extremamente feliz. O tratamento que estamos recebendo é de excelência e os profissionais são muito atenciosos. Eu como mãe só tenho a agradecer”, evidenciou.

Raiane Costa Silva também contou como a filha de um ano e oito meses está sendo tratada pela equipe da Operação Sorriso. “A equipe está dando todo suporte para a gente. As crianças são completamente apaixonadas pelos profissionais e o atendimento é maravilhoso. Eu só tenho a agradecer. Saber que posso contar com uma equipe preparada para cuidar da minha filha, me deixa extremamente tranquila” finalizou Raiane.

As especialidades dos profissionais envolvidos no primeiro dia de atendimento foram anestesia, cirurgia plástica, enfermagem, fonoaudiologia, genética, histórias clínicas (montagem do prontuário médico), odontologia, pediatria, psicologia e Imagem Técnica do Paciente – PIT.