Princípio de incêndio no Hospital São Lucas, em Copacabana — Foto: Reprodução

Porto Velho, RO - Um incêndio atingiu o Hospital São Lucas, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na manhã desta quarta-feira (8). O fogo começou por volta das 9h10 em um gerador na rouparia, que fica em um prédio anexo.

Ninguém se feriu, mas pacientes precisaram ser removidos às pressas. A remoção foi feita até com cadeiras de escritório, para agilizar. Macas e cadeiras de rodas foram acomodadas no entorno do São Lucas — tanto ao longo da Travessa Frederico Pamplona quanto nos prédios vizinhos.

Às 13h, ainda havia movimentação de ambulâncias e pacientes sendo levados de volta para a unidade.

Explosão e queda de luz

Acompanhantes disseram que ouviram uma explosão e que a luz caiu na mesma hora. Na sequência, enfermeiros foram de quarto em quarto para pedir a evacuação.

Bombeiros do quartel de Copacabana foram acionados às 9h16. De acordo com os agentes, o fogo foi controlado às 10h04.

As ruas Tonelero e Pompeu Loureiro foram interditadas para ação do Corpo de Bombeiros.

Médicos trabalham na remoção de pacientes após incêndio no Hospital São Lucas — Foto: Cristina Boeckel/g1

Parentes assustados

Eliana Garcia, de 65 anos, contou que a mãe, de 94 anos, estava internada no quinto andar — recuperando-se de um AVC — quando o fogo começou. “Levaram alguns pacientes para o restaurante”, disse. “Uma enfermeira me disse que minha mãe está bem.”

O marido de Terezinha de Souza Pereira, que tem 58 anos, passou por um transplante de fígado e, de acordo com as informações que ela recebeu do médico, ele está bem.

“Eu estava no trabalho e vi a notícia. Corri para cá. Mas segundo o médico, está tudo bem”, contou Terezinha, bastante aliviada.

De acordo com as informações que ela recebeu, ele não precisou ser removido.

Mapa mostra onde fica o Hospital São Lucas — Foto: Infografia: Juan Silva/g1

Pacientes em portarias

Os prédios ao redor receberam em suas áreas comuns alguns pacientes que foram retirados.

“Eu fiquei sabendo quando eu voltei da academia. E me mobilizei também. Importante ajudar porque hoje em dia a gente tem que ser solidário em uma situação dessas. A gente está vendo o caos e tem que ser solicito", afirmou o professor de defesa pessoal Jorge Sandro Cardoso Soares, morador de um dos prédios.

O que diz o hospital

O Hospital São Lucas informa que, por volta das 9h10, a rouparia, que funciona em um prédio anexo, teve um princípio de incêndio, em premissa, iniciado em um gerador de energia. Às 10h, o mesmo já havia sido controlado pelo Corpo de Bombeiros, e os pacientes que foram evacuados começaram a retornar para o interior do hospital. Não houve vítimas. As causas e os impactos na operação estão sendo investigadas e novas informações serão divulgadas.

Rua Pompeu Loureiro fechada e com ambulâncias — Foto: Cristina Boeckel/g1

Fonte: Cristina Boeckel, g1