Amazônia, Dom Phillips e Bruno Pereira (Foto: Arquivo pessoal | © Leonardo Milano/ICMBio)

Vilhena, RO - A família de Dom Philips se pronunciou pela primeira vez após a confissão do assassinato do jornalista inglês e do indigenista Bruno Pereira. O comunicado dos familiares foi publicado pelo The Guardian, veículo em que Dom trabalhava, nesta quinta-feira (16).

O pronunciamento é da irmã do jornalista, Sian, seu irmão Gareth, e seus parceiros e filhos: "estamos de coração partido com a confirmação de que Dom e Bruno foram assassinados e estendemos nossas mais profundas condolências a Alessandra, Beatriz e aos demais familiares brasileiros de ambos. Somos gratos a todos que participaram da busca, especialmente aos grupos indígenas que trabalharam incansavelmente para encontrar evidências do ataque”.

Além de agradecer especificamente aos grupos indígenas envolvidos nas buscas pelos corpos da dupla, a família pediu 'um pouco de paz' para lidar com o que aconteceu: “no devido tempo, ofereceremos nossa perspectiva sobre as vidas corajosas e o importante trabalho desses homens notáveis, mas, no momento, solicitamos que os representantes da mídia dêem à família um pouco de paz para lidar em particular com o que aconteceu com seu amado Dom.

“Agradecemos às muitas pessoas que se juntaram a nós para pedir às autoridades que intensifiquem as buscas e àqueles que estenderam a mão com alas de conforto e simpatia”, conclui o comunicado.

Fonte: Brasil247