Fisioterapia foi uma das áreas que mais se destacaram durante a pandemia

Porto Velho, RO - O Centro de Medicina Tropical de Rondônia – Hospital Cemetron, referência em infectologia no Estado de Rondônia, durante o período mais crítico da pandemia da covid-19 se destacou como a primeira Unidade de Saúde do Estado a tratar pacientes infectados pelo novo coronavírus. Além disso, ofereceu aos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva – UTI, serviços de recuperação pós-coronavírus, com fisioterapias respiratórias e motoras.

O coordenador do Núcleo de Fisioterapia do Hospital Cemetron, Ariel Souza explica que alguns pacientes ficam muito tempo internados e ao sair da ventilação mecânica, o corpo precisava recuperar sua força muscular, por isso foi importante a atuação dos profissionais da fisioterapia.

“A Fisioterapia foi uma das áreas que mais se destacaram durante a pandemia. Falo isso sem medo, pois muitos não sabiam que tinham fisioterapeutas nas UTIs, e com isso o reconhecimento criou um respeito muito grande entre os profissionais”, destaca Ariel. “Temos um leque de opções de tratamentos respiratórios que foram importantes para o tratamento da covid-19, não só aqui mas no mundo inteiro. Isso aumentou o campo de trabalho e reconhecimento desse profissional. A fisioterapia na pós-pandemia se tornou ainda mais essencial”.

A Secretaria de Estado da Saúde – Sesau contribuiu com esses profissionais de saúde, realizando treinamentos para desenvolver técnicas e habilidades para melhorar o tratamento oferecido aos pacientes. As capacitações também tinham o objetivo de favorecer o desempenho dos profissionais nos plantões nas UTIs covid. As capacitações continuam sendo oferecidas na Unidade de Saúde.

O paciente Fabiano da Silva, de 48 anos está passando por um tratamento de fisioterapia para recuperação e atesta a qualidade do atendimento. “Não tenho do que reclamar. Os médicos, enfermeiras e fisioterapeutas são super profissionais e dedicados a oferecer um tratamento excelente. Há duas semanas, eu não conseguia andar, agora estou me recuperando rapidamente e logo estarei em casa, sou extremamente grato a todos”, afirma Fabiano.

CEMETRON

Com 33 anos de funcionamento, o Hospital Cemetron possui 12 leitos de isolamento para doenças infecciosas. Além disso, a unidade conta com duas alas de enfermaria para pacientes do sexo masculino e uma para o feminino.

OUVIDORIA

Para aprimorar o contato com a população é importante que as sugestões, reclamações, críticas, elogios, denúncias ou solicitações sejam dirigidas à Ouvidoria da Sesau, pelos telefones 0800-647-7071 (até às 13h); (69) 98482-1370/(69) 3212-8300, ou pelo e-mail ouvidoriasus.ro@gmail.com.