Café conilon/Foto: Reprodução
Porto Velho, RO - Na Bolsa de Londres, os preços futuros do café tipo conilon seguem registrando recuos ao longo desta segunda-feira (20).

As principais cotações operam em campo misto neste dia de paralisação nas movimentações do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Future US) em função do feriado norte-americano de Juneteenth.

Por volta das 11h42 (horário de Brasília), o vencimento julho/22 era cotado à US$ 2.061 por tonelada com queda de 4 dólares por tonelada, o setembro/22 valia US$ 2.072 por tonelada com perda de 7 dólares por tonelada, o novembro/22 era negociado por US$ 2.062 por tonelada com baixa de 12 dólares por tonelada e o janeiro/23 tinha valor de US$ 2.042 por tonelada com desvalorização de 17 dólares por tonelada.

O café robusta continua sob pressão por sinais de oferta abundante depois que o Departamento Geral de Alfândegas do Vietnã, o maior produtor mundial de grãos de café robusta, informou na terça-feira passada que as exportações de café do Vietnã em maio subiram +9,3% a/a para 142.329 toneladas e as exportações de café de janeiro a maio aumentaram +23,2% a/a para 881.565 MT.

Além disso, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) revisou na quinta-feira passada sua estimativa de produção de café para 2021/22 para o Vietnã de 31,1 milhões de sacas para 31,58 milhões de sacas.

Fonte: Notícias Agrícolas