Foto: divulgação

Porto Velho, RO - O presidente do Poder Judiciário de Rondônia, desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia, assinou nesta sexta-feira, 13, a escritura de doação do terreno onde será construída a nova sede da Comarca de Vilhena durante uma visita ao local.

Com isso, o judiciário avança na concretização de mais uma obra estratégica para a melhoria da prestação jurisdicional do 1 Grau. De acordo com o ranking de priorização do plano de obras 2020-2022 do Poder Judiciário, a comarca está classificada em primeiro lugar. Além de garantir melhor atendimento, o prédio deverá atender aos requisitos de sustentabilidade e economia. A continuidade da obra foi licitada em agosto do ano passado e deve ser concluída em julho de 2023.

A Comarca de Vilhena abriga sete varas do Judiciário rondoniense. A edificação terá área construída de 4.235,70 m². Segundo o projeto, o prédio terá um pavimento térreo com guarita, subestação/grupo gerador, casa de bombas, estacionamento e demais atendimentos necessários diretos e indiretos ao jurisdicionado, visando proporcionar aos magistrados, servidores, operadores do direito e à população todas as condições necessárias para um bom atendimento. O valor estimado da despesa é de R$ 16.863.479,07 reais. O prédio onde funciona o Fórum atualmente será doado para a prefeitura da cidade.

Na visita à obra, o presidente do TJRO foi acompanhado pelo juiz secretário geral, Rinaldo Forti e o juiz diretor do foro da comarca de Vilhena, Adriano Lima Toldo.

Melhorias

Outras comarcas que receberam prédios novos nos últimos anos foram Ariquemes, Cacoal, Ji-Paraná, Pimenta Bueno, além dos fóruns digitais de Mirante da Serra e Extrema.

Fonte: Assessoria