Plataforma digital vai facilitar e agilizar o envio de documentos

Porto Velho, RO - Com foco em um modelo de economia mais sustentável e com menos burocracia por parte dos órgãos municipais, técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) se reuniram na quinta-feira (19), com os membros do Conselho Municipal de Meio Ambiente.

O encontro teve como objetivo tratar de uma nova resolução de atividades, a qual propõe dispensar cerca de 700 Classificações Nacionais de Atividades Econômicas (CNAEs) e reenquadrar outras 2,8 mil.

A medida busca estimular o interesse dos empreendedores que pretendem se instalar em Porto Velho, uma vez que haverá mais celeridade nos processos para abertura de novas empresas, o que significa desburocratizar o sistema de licenciamento ambiental.

“Nossa intenção é fomentar ainda mais a instalação de novas indústrias e atividades comerciais no município, principalmente nesse momento em que estamos vencendo a pandemia da covid-19, como forma de fortalecer a nossa economia e gerar emprego e renda”, comentou o titular da Sema, Alexandro Pincer.

TECNOLOGIA

A ideia é desonerar os setores e utilizar novas ferramentas tecnológicas, para dar mais rapidez aos processos de licenciamento, tornando-os mais fáceis e ágeis. Para tanto, uma plataforma digital proporcionará mais celeridade no envio de toda documentação necessária.

Encontro semelhante foi realizado no último dia 5 de maio no Prédio do Relógio [link], com a presença de empresários e representantes de entidades de classe do comércio e da indústria em geral.

Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)