Porto Velho, RO - Aos 17 anos, Dyuly Kelry vai viajar para os Estados Unidos pela primeira vez. A estudante do Instituto Federal de Rondônia (Ifro) foi selecionada pelo Programa Jovens Embaixadores 2022, representando o Estado e o Brasil.

Para participar, Dyuly criou um projeto de ambiente virtual para o desenvolvimento de empresas que nascem em Rondônia.

A pesquisa para o produto final foi iniciada em 2021 e concluída com bastante esforço, tudo para alcançar um objetivo: "Fazer o Estado crescer e fazer Rondônia criar um nome como um dos maiores no ambiente tecnológico", aponta.

Dyuly é integrante do curso técnico de informática do Campus Calama, em Porto Velho. A professora Diana Nascimento acompanhou o processo como incentivadora. Ela conta que Dyuly sempre chamou atenção.

"Existem alguns requisitos para participar, entre eles um programa social, por exemplo. Mas precisa de inglês, não precisa ser fluente, mas o suficiente para você conseguir manter uma conversa. Precisa de boas notas na escola, tem que ter excelência acadêmica, tem que ter uma boa relação na escola. Aquele perfil diferenciado".

Outros grandes incentivadores na vida acadêmica da estudante são os pais. A curiosidade começou quando ainda era criança e o incentivo sempre veio de casa.

"Eles [os pais] falaram: 'viu, eu falei que se tu estudasse o estudo ia te levar para conhecer o mundo e ele tá te levando'''', contou Dyuly entre sorrisos.

Preparativos

E segundo Dyuly, essa não é somente a primeira viagem aos EUA, mas também a primeira vez que ela sai de Porto Velho. Os preparativos estão acontecendo desde que recebeu a notícia. Tirar o passaporte, assinar documentos e comprar roupa para os eventos agora fazem parte de sua rotina.

"Estou muito ansiosa, é a minha primeira viagem, então estou com muitas expectativas para conhecer novas pessoas, culturas, costumes, modos e principalmente as faculdades", contou empolgada.

O Programa

O Jovens Embaixadores é realizado pelo Departamento de Estado dos EUA, através da Embaixada e Consulados no Brasil em parceria com diversos órgãos. Os adolescentes estudantes da rede pública selecionados ganham um intercâmbio de três semanas.

Ela deve ir para São Paulo para passar por orientação pré-viagem organizada pela embaixada. Em SP também deve participar da comemoração dos 20 anos do programa. A chegada em Washington está prevista para acontecer em 1º de julho.

Em todo o país foram selecionados 50 estudantes. Dyuly é a única representando Rondônia. O projeto existe desde 2003 e já levou 690 jovens brasileiros para conhecer os Estados Unidos.

Fonte: G1-RO