Ator deu um tapa no comediante Chris Rock durante o Oscar

Porto Velho, RO - A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou nesta sexta-feira (8) que seu conselho de diretores proibiu que o ator Will Smith compareça a qualquer um de seus eventos, incluindo a cerimônia do Oscar, por 10 anos, depois que o vencedor do prêmio de melhor ator deu um tapa no apresentador Chris Rock durante o show de premiação deste ano.

"A 94ª edição do Oscar era para ser uma celebração de muitos indivíduos em nossa comunidade que fizeram trabalhos incríveis ao longo do último ano", afirmou o presidente da instituição, David Rubin, e a diretora-executiva Dawn Hudson em nota.

"No entanto, esses momentos foram ofuscados pelo comportamento prejudicial e inaceitável que vimos o sr. Smith exibir no palco".

Smith renunciou ao seu status na academia no dia 1º de abril, e emitiu notas pedindo desculpas a Rock, aos produtores do Oscar, aos indicados e espectadores.

Na cerimônia televisionada no dia 27 de março, Smith caminhou até o palco após Rock fazer uma piada sobre a aparência da esposa do ator, Jada Pinkett Smith, e estapeou o comediante no rosto.

Menos de uma hora depois, Smith fez um discurso chorando no palco ao receber o prêmio de melhor ator por sua atuação no filme King Richard - Criando Campeãs.

A piada de Rock sobre Pinkett Smith fez referência ao filme Até o Limite da Honra, de 1997, no qual a atriz Demi Moore raspou a cabeça. Não está claro se Rock sabia que Pinkett Smith tem uma condição que causa a queda de cabelos.

Fonte: Reuters