Vídeo e foto: Extra de Rondônia

Após muita polêmica e agonia e uma liminar obrigando o governo do estado a disponibilizar uma aeronave UTI para transportar Nayara Simão de Paula, de 28 anos, grávida de gêmeos e correndo risco de morte, pois em Vilhena não tem UTI Neo Natal, o avião decolou por volta das 23h25 deste sábado, 23, levando a paciente para Porto Velho. Leia (AQUI), (AQUI) e (AQUI).

O esposo de Nayara, Deyvid Vieira da Silva, de 32 anos, a acompanhou até ao aeroporto e esperou a aeronave decolar. Por falta de espaço na aeronave uma irmã de Nayara embarcou em um ônibus no começo da noite com destino a Capital para acompanhá-la no hospital.

Deyvid falou ao Extra de Rondônia que a família assumiu toda responsabilidade pelo deslocamento da esposa, haja vista, que o laudo emitido por médicos responsáveis pelo atendimento alertam que “o deslocamento representa risco adicional à mãe e aos bebês, tendo em vista o quadro gravíssimo de saúde da paciente e a prematuridade dos bebês, cada um com pouco mais de 500 gramas de peso e apenas 24 semanas de vida intrauterina”

Deyvid agradece pelo apoio de todos os profissionais envolvidos na questão, em especial ao Extra de Rondônia que através da matéria divulgada acabou por gerar uma enorme comoção popular, e, com isso, conseguindo a aeronave UTI para levar sua esposa para Porto Velho e assim tendo esperança que ela e os bebês voltem com muita saúde.

 

Fonte: Extra de Rondonia