Servidores da Sepog durante reunião com equipes do IJSN e do Governo do Espírito Santo

Porto Velho, RO - Para potencializar a implementação e avaliação das políticas públicas no Estado de Rondônia, representantes da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão – Sepog estiveram reunidos com a equipe do Instituto Jones dos Santos Neves – IJSN e da Secretaria de Economia e Planejamento – SEP, em Vitória (ES), na última semana, conhecendo as ferramentas e sistemas de gestão utilizadas nessas organizações.

A ação representa continuidade no processo de melhoria das práticas de gestão da Sepog, para que a execução dos programas e projetos do Governo do Estado alcancem cada vez mais excelência nos resultados.

Os encontros viabilizaram à equipe da Gerência de Desenvolvimento e Políticas Públicas – GDPP da Sepog identificar os instrumentos e técnicas utilizadas no monitoramento e avaliação das políticas públicas locais, além de visualizar a estrutura em que esses trabalhos são desenvolvidos, as equipes técnicas, as rotinas e fluxos utilizados, entre outras ações que permitiram ampliar a visão dos gestores.

“Tivemos a oportunidade de conhecer, por exemplo, como a SEP elaborou e monitorou o Planejamento Estratégico do Estado do Espírito Santo. Foi possível conhecer a metodologia e legislações utilizadas nas avaliações e verificar o que deu certo ou não”, ressaltou o gerente de Políticas Públicas, Nickson Neres.

Em Rondônia, a Sepog é responsável pela identificação, formulação e apoio à implementação das políticas públicas nos Órgãos da Administração Direta e Indireta do Estado. Nesse sentido, o gerente explica que a busca pelo aperfeiçoamento das práticas irá refletir na qualidade dessas políticas, podendo melhorar, inclusive, o uso do dinheiro dos tributos, permitindo a aplicação racional de programas governamentais.

Sobre a visita técnica, Nickson Neres, destacou ainda, a estrutura consolidada que o IJSN possui para o desenvolvimento das ações de monitoramento e avaliação, a qualidade dos indicadores socioeconômicos utilizados e a prestação do apoio técnico-cientifico para o alcance dos objetivos do Estado do Espírito Santo.

“A partir do contato com as práticas do Instituto percebe-se que, além de um sistema, propriamente dito, para a realização de monitoramento e avaliação de políticas públicas, precisamos estruturar uma sistemática alinhada às tendências mais modernas e inovadoras de governança. Como exemplo, o Sistema de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (SIMAPP), que é utilizado pelo IJSN”, finalizou Nickson Neres.

Fonte: Oobservador