Com a proximidade da Sexta-feira Santa, a procura por peixe começou a aumentar em Porto Velho e os comerciantes já estão se preparando para atender demanda. Os preços variam entre R$ 17 e R$ 37, o quilo, dependendo da espécie.

É o caso da banca de peixe onde Maiara Soares trabalha, na avenida Rio de Janeiro, Bairro Lagoinha, que chegou a comprar nos últimos dias, cerca de 200 quilos de peixes, de diferentes espécies, para atender a demanda. “Nós abastecemos nosso freezer para deixar tudo pronto para quinta-feira e sexta-feira. Esperamos aumentar as vendas em até 80% nesses dois dias de maior procura por peixe”, disse a comerciante.

Elandia Cunha, que também é proprietário de uma banca de peixes na Avenida Rio de Janeiro, Bairro Lagoinha, está otimista e abastecida com espécies variadas para atender a demanda. “Quinta-feira e sexta-feira são os dias que as vendas aumentam e estou com meu freezer cheio de peixes grandes e pequenos, para atender o gosto dos clientes. O quilo do Tamanqui está custando R$ 15. Já o quilo da Jatuarana, custa R$ 22 o quilo”, disse.

Na avenida José Amador dos Reis, Lima Duarte também está com sua banca de peixe pronta para atender seus clientes. “Eu não trabalho com estimava de vendas, mas espero vender bastante na quinta-feira e sexta-feira. O quilo do tambaqui está saindo por R$ 14,90 e Jatuarana R$ 22. O peixe da espécie Sardinha também tem uma grande saída e temos para atender a clientela”, finalizou o comerciante.

Tradição

O feriado da Sexta-Feira Santa relembra o dia em que Jesus Cristo foi crucificado. Por isso, os católicos costumam não comer carne vermelha. É quando o consumo de peixe aumenta, e consequentemente as vendas.


Fonte: Rondoniagora