Classificação leva em conta desempenho da economia no turismo

Porto Velho, RO - A capital Porto Velho permanece na mais alta categoria do Mapa do Turismo Brasileiro, com classificação ‘A’. O levantamento foi divulgado pelo Ministério do Turismo no último mês.

O novo Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento que reúne municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento. Na prática, ele identifica necessidades de investimentos e de ações para promoção do setor em cada região turística do país.

Ao todo, 2.542 cidades, distribuídas em 322 regiões turísticas, foram incluídas no Mapa do Turismo 2022. O documento apresenta o novo número de municípios turísticos, identifica o desempenho da economia e implementa políticas que respeitam as características de cada cidade brasileira.

Os municípios do país são classificados de A a E no Mapa do Turismo. Esta categorização leva em conta o desempenho da economia no turismo, a partir de algumas variáveis. Entre elas estão a quantidade de estabelecimentos de hospedagens e de empregos, a estimativa de visitantes domésticos e internacionais e a arrecadação de impostos federais nos meios de hospedagens.

Reconhecimento é importante para financiamento de projetos turísticos

CENÁRIO REGIONAL

Rondônia possui sete regiões turísticas: o Polo Turístico Madeira Mamoré, Polo Turístico Vale do Jamari, Polo Turístico Caminho das Águas, Polo Turístico Rios de Rondon, Polo Turístico Vale do Guaporé, Polo Turístico dos Fortes e Polo Turístico Zona da Mata.

Nesta última atualização, somente 17 municípios foram validados.

Porto Velho integra a região turística Madeira Mamoré, juntamente ao município de Candeias do Jamary e Nova Mamoré. Nesta última categorização, a capital permanece na categoria ‘A’, que representa os municípios com maior fluxo turístico e maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem.

IMPORTÂNCIA

A participação no mapa é a condição que o Ministério do Turismo e o Governo Federal estabelecem para poder financiar projetos na área de turismo.

“Este redimensionamento contribui para melhorar a capacidade do Ministério do Turismo de atuar de forma coordenada com os estados, regiões turísticas e municípios, para desenvolver e consolidar novos produtos e destinos turísticos”, explica Glayce Bezerra, titular da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho.

O Mapa do Turismo Brasileiro otimiza a distribuição de recursos públicos, orienta a elaboração de políticas específicas para cada categoria de municípios e auxilia na reflexão sobre o papel no processo de desenvolvimento turístico regional.

Fonte: Oobservador