Quem diria que o general Joaquim Silva e Luna ainda reduziria os preços antes de deixar a empresa, defenestrado do cargo pelo presidente Jair Bolsonaro.

A Petrobras anunciou na tarde desta sexta-feira um corte nos preços do GLP, o gás de cozinha. Segundo a empresa, ela está seguindo a evolução dos preços internacionais, que se estabilizaram em patamar abaixo do que a companhia cobra hoje pelo gás.

Assim, o preço médio de venda para as distribuidoras passará de 4,48 reais para 4,23 por quilo, uma queda de cerca de 5,5%. Por Josette Goulart

Fonte: Veja