Ministerio Publico do estado de Rondônia

Porto Velho, RO - A Campanha “#100% Ligado nos Cuidados e na Proteção”, realizada pelo Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Grupo de Atuação Especial da Infância e Juventude e da Defesa da Educação (GAEINF), é lançada com objetivo de manter os protocolos sanitários no ambiente escolar e evitar a disseminação da Covid-19.

Conforme disposto no Decreto Estadual nº 26.462, que estabeleceu o retorno das aulas presenciais desde outubro de 2021, as instituições educacionais regulares da rede pública estadual tiveram que se adequar observando o contexto de cada município para atender às diretrizes das Notas Técnicas da Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (AGEVISA).

Vídeos veiculados nas redes sociais do MPRO (acesse aqui) e em todos os órgãos de Educação no Estado, falando sobre providências em caso de surto, vacinação em crianças, máscara opcional, período de gripe, assintomáticos, vacinação completa e recomendações à família, serão alguns dos temas abordados durante a campanha realizada pelo MPRO.

No vídeo com o tema “Máscara Opcional”, a biomédica Flávia Serrano Batista afirma que atualmente o uso da máscara só se tornou facultativo porque o número de hospitalizados e óbitos por covid está cada vez menor.

A qualquer sinal de gripe ou mal estar devemos sair de casa com a máscara até que se possa esclarecer a positividade ou não para covid-19. “O uso da máscara agora é opcional, mas a cultura dela tem que ficar pra sempre”, declara.

A ação visa conscientizar, esclarecer e informar estudantes e toda rede escolar sobre as medidas de segurança no ambiente escolar. Também fala da importância de adotar e manter os Protocolos de Segurança e Saúde, de forma individual e coletiva, considerando ainda o cenário de pandemia e o relaxamento das restrições e a suspensão da obrigatoriedade do uso de máscaras.

A campanha busca ainda estabelecer uma comunicação com os pontos de atenção à saúde, para os casos de estudantes e profissionais da educação com sintomas de covid-19 encaminhados para atendimento.

Além de informar as medidas de segurança para crianças e adolescentes, principalmente durante o fluxo de entrada e saída, no intervalo e atividades esportivas, a iniciativa objetiva capacitar os profissionais da educação para o acolhimento responsável, promovendo o respeito à dignidade da criança e do adolescente ao direito à vida e saúde.

Departamento de Comunicação Integrada - DCI