Porto Velho, RO - O deputado federal Lucio Mosquini, coordenador da bancada federal de Rondônia e vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara, procurou nesta quarta-feira o presidente da Casa, deputado Arthur Lira, cobrando que seja colocado em pauta a suspenção da ação penal que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado Daniel Silveira.

O vice-líder bolsonarista já havia se manifestado em suas redes sociais e em várias entrevistas em emissoras de rádio no Estado, criticando o ativismo judicial que tem sido desencadeado contra o deputado Daniel Silveira.

O deputado Lucio Mosquini tem defendido a liberdade de fala como prerrogativa do Parlamentar e condenou duramente as ações impostas pelo STF. “Estamos vendo um ativismo judicial implacável, hoje é o Daniel Silveira, amanhã pode ser qualquer um”.

O Congressista disse que foram apresentadas nos dias 18 e 21 de março duas petições apresentadas pelo PTB e PL, que estão tramitando na casa, pedindo a suspenção da ação penal que tramita no STF, e a demora em tratar sobre o assunto é perigosa à soberania da Câmara. “Eu votei contra a prisão de Daniel Silveira na primeira situação, pois entendo que o parlamentar tem que ter a prerrogativa de discordar de qualquer situação.

O parlamentar tem o direito de usar a tribuna e expressar sua opinião”. Mosquini disse ainda que não concorda com as restrições impostas a Silveira e lembrou que a Câmara dos Deputados tem poder e autonomia para deliberar sobre esse assunto, e assim devemos fazê-lo.

Fonte: Rondôniagora