Aos 70 anos, Calixto Ramos faz parte de uma estatística. A do crescente número de pessoas que usam as ruas de Porto Velho como lar. Sujeito a incertezas e perigo constante, ele encontra, por meio da Prefeitura da capital, a alimentação, higiene e apoio social para um dia deixar as ruas.

“Eu sou escritor, poeta, artista. Todo mundo que mora na rua é uma joia a ser lapidada. Todos nós temos histórias e chance de mudar, basta um apoio”, relata o morador.

O apoio que promete mudar essa realidade ganhou um novo capítulo nesta quinta-feira (7) com a inauguração do Centro Pop Dom Moacyr Grechi, um espaço específico para o atendimento a pessoas em situação de rua na cidade de Porto Velho.

O objetivo do novo local é ofertar serviços socioassistenciais que os ajudem a recuperar a cidadania, autoestima e planejamento de vida, dando condições para que estes saiam da atual situação.

“Nossa capital experimenta um aumento significativo dessa população. São imigrantes, dependentes químicos e, infelizmente, pessoas que empobreceram durante a crise da pandemia. Não poderíamos ficar de braços cruzados e, por isso, estamos inaugurando hoje esse novo espaço para que ele sirva de esperança a essas pessoas”, afirmou o prefeito Hildon Chaves durante a solenidade de inauguração.

No local serão ofertados cursos, oficinas e capacitações, além dos tradicionais serviços assistenciais já executados pela Prefeitura, como distribuição de marmitas, ajuda na emissão de documentos e atendimento psicossocial.

A estratégia da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf) é recuperar a autonomia desses moradores por meio do trabalho e ocupação, gerando emprego e renda, além de diminuir o contingente de pessoas que usam a rua como espaço de moradia e sustento.

“O último Censo de Rua mostrou que temos hoje uma demanda cada vez maior. Gente que vai parar nas ruas por inúmeros motivos. Por isso, o município enfrenta esse desafio logo no início para tentarmos, o quanto antes, minimizar esse fenômeno”, explica o titular da Semasf, Claudi Rocha.

O Centro Pop é uma instalação temporária que atenderá essa população até a entrega da instalação definitiva pela Prefeitura. O novo local, também na região central da cidade, deve concentrar, em um espaço maior, todos os serviços prestados pelo município à população em situação de rua.

Homenagem

O centro atual leva o nome de Dom Moacyr Grechi, arcebispo emérito de Porto Velho, falecido em junho de 2019. Ele foi lembrado, durante toda a solenidade de inauguração, pelos serviços em vida junto à população de rua. Visto como um exemplo vivo de solidariedade aos menos desfavorecidos.

“É um exemplo de empatia em momentos difíceis. Um nome bem sugestivo a um local que vai mudar a história de muitas pessoas. A Prefeitura passar a não garantir somente alimentação e assistência, mas a ofertar todas as ferramentas para que a população em situação de rua da nossa cidade encontre um novo caminho”, finalizou o prefeito.

O Centro Pop fica localizado na rua Joaquim Nabuco, nº 2874, bairro São Cristóvão.

Fonte: Rondoniagora