Porto Velho, RO - A unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Ariquemes em parceria com a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), entregou certificados para as 16 formandas do curso de Produção de Lingerie, na última sexta-feira, 25. As alunas são do município Alto Paraíso.

A gerente da unidade SENAI de Ariquemes participou da solenidade. Ela ressaltou o empenho das participantes e que esta formação é o complemento de outro curso ministrado em 2021, de Corte e Costura. “Ambos são frutos da parceria SENAI e a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), que constitui mais uma ação do Programa SENAI Vai Até Você”, disse.

Ângela comentou ainda que o SENAI capacitou costureiras para conquista de renda e melhoria das condições de vida e agradeceu a parceria da Prefeitura de Alto Paraíso, Semtas e CRAS.

Na oportunidade, o vice-prefeito Everaldo Gabaldo destacou a iniciativa da Semtas e o apoio do prefeito João Pavan. “A formação de mão de obra especializada é uma excelente alternativa de fomento para a geração de empregos e rendas”, pontuou.

Ainda conforme Gabaldo, a parceria com o SENAI e a oferta de cursos gratuitos para a população estabelece parâmetro que vem servindo de modelo para outras administrações.

A professora do SENAI, Ronilda Franco Soares, a secretária do Trabalho e Assistência Social, Tereza Pavan e a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Neura Rodrigues também marcaram presença no evento.

SENAI Vai Até Você

O projeto SENAI Vai Até Você tem como objetivo, capacitar e entregar ao mercado de trabalho profissionais qualificados e prontos para desempenhar suas atividades com competência. Seu público alvo são populações urbanas em situação de vulnerabilidade e risco social, residentes em municípios integrantes do programa, com idade mínima a partir de 16 anos.

O projeto aproxima os municípios os quais não contam com unidades físicas do SENAI. O projeto visa a capacitação profissional na própria localidade, sem a necessidade do deslocamento dos alunos para outras cidades, focada em atividades práticas com ambiente de ensino flexível, com infraestrutura completa.

Fonte: Oobservador