Edivaldo V. B., 34 anos, Roberlan A. O. B., Lucas A. B., 22 anos, e Thalisson A. S. A., 18 anos, foram presos pela Polícia Militar na madrugada desta quarta-feira (3), após render, amarrar e roubar uma família, em uma residência, localizada no Bairro Universitário, na zona leste de Porto Velho.

Os policiais estavam em patrulhamento pela zona leste, durante a madrugada, quando receberam informações sobre um roubo a residência que havia acabado de acontecer, no Bairro JK, onde os criminosos teriam levado objetos e um veículo Virtus.

Rapidamente, a equipe se deslocou até o condomínio Orgulho do Madeira, na rua Oswaldo Ribeiro. Durante as diligências, os policiais avistaram um veículo Chevrolet Onix em alta velocidade, ocupado por várias pessoas no banco de trás.

Os militares realizaram o acompanhamento ao veículo e realizaram a abordagem ainda no condomínio. No interior do veículo, no banco trás, havia quatro pessoas. Vários objetos foram encontrados dentro do carro, além da chave de um veículo Jeep.

Na busca pessoal, foi encontrado no bolso de Roberlan, mais de R$ 2 mil. Questionado sobre a procedência do dinheiro e dos objetos, ele não soube informar a origem.

Sobre os objetos encontrados dentro do carro, juntamente com a chave do veículo Jeep, os suspeitos não souberam explicar a procedência.

Durante a abordagem, os policiais perceberam que os homens estavam com joias femininas, brincos femininos, braceletes, entre outros objetos de valor.
Aos policiais, uma mulher que dirigia o carro, informou que era motorista de aplicativo e que buscou os demais ocupantes na rua Capão da Canoa, próximo à avenida Mamoré. Ela disse ainda, que momentos antes da abordagem, um dos passageiros arremessou uma arma de fogo pela janela traseira de seu veículo.

Os militares retornaram ao local onde começou o acompanhamento e encontraram uma arma de fogo calibre 38 com quatro munições intactas.

Minutos depois, os policiais receberam informações de que uma pessoa teria ligado para o 190 da Polícia Militar informando o roubo de um veículo Jeep, no bairro Universitário.

A vítima relatou que por volta das 21 horas de quarta-feira (2), cerca de seis criminosos armados invadiram sua residência e o amarraram, juntamente com outras pessoas que estavam na casa.

O proprietário da casa disse ainda, que quatro criminosos ficaram dentro da residência enquanto outros dois fugiram levando o veículo Jeep Renegade, além de vários outros objetos de valor. O carro não foi encontrado.

Ao mostrar as fotos dos suspeitos abordados no condomínio Orgulho do Madeira, a arma que poderia ser a mesma usada para render as vítimas e os objetos encontrados dentro do carro Onix, as vítimas reconheceram Edivaldo, Roberlan, Lucas e Thalisson como os autores do roubo.

Os objetos encontrados dentro do veículo ocupado pelos criminosos também foram reconhecidos como de propriedade das vítimas. Um dos bandidos, Thalisson, estava usando uma das camisas roubadas da residência.

Sobre a motorista do veículo, as vítimas relataram que ouviram os criminosos mantendo contato com ela, mas que a mulher teria se recusado ir até a casa onde os bandidos estavam com medo.

A mulher disse que a corrida não foi solicitada pelo aplicativo, e que conhecia Edivaldo, por isso aceitou fazer a corrida particular.

Todos foram encaminhados para o Departamento de Flagrantes, onde ficaram à disposição da justiça.

Na delegacia, o delegado de plantão liberou a motorista de aplicativo, já que os demais ocupantes do carro afirmaram que ela não tinha participação no roubo e nem foi reconhecida pelas vítimas.

As imagens foram divulgadas para possível reconhecimento por outras vítimas.

Fonte: Rondoniagora