Jogadores do Grêmio comemorando gol de Elias no Gre-Nal — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Internacional

O triunfo na casa do rival no último sábado veio recheado de significados para o Grêmio. Além de elevar a confiança não só dos jogadores, comissão técnica e dirigentes, mas também da torcida, simbolicamente se tornou um marco para potencializar o ambiente rumo ao retorno à elite do futebol brasileiro.

É desta maneira que a diretoria tratou a vitória do Tricolor por 3 a 0 diante do Inter no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Gaúcho. A equipe, que até então transmitia insegurança na temporada, pela primeira vez em 2022 aprovou um um teste de fogo, logo contra o maior rival.

Em pelo menos três oportunidades, o Grêmio enfrentou adversários “cascudos” e não respondeu bem. Foi assim no empate contra o Juventude e nas derrotas para Mirassol e Inter. Ou seja, em nenhum desafio mais pesado a equipe havia obtido sucesso.

No último sábado, o Tricolor mostrou no Beira-Rio que tem margem para melhorar e é capaz de voltar à Série A se mantiver o desempenho. O presidente Romildo Bolzan Jr. disse que a vitória no Gre-Nal representa uma nova fase para a equipe na temporada.

– Acho que hoje (sábado) aqui se virou a chave para dar solidez, confiança, crédito, uma boa olhada para esse time que se mostra muito capaz de concluir o campeonato e fazer a Série B no sentido de cumprir estrategicamente aquilo que imaginamos para frente – relatou o presidente.

REMOBILIZAÇÃO E FUTURO

Desde a derrota para o Colorado na primeira fase do Campeonato Gaúcho, quando o Grêmio teve uma das piores atuações em clássicos, mas palavras da direção, o clube iniciou um trabalho de remobilização.

As providências tomadas internamente incluem não só comissão técnica, mas a recuperação da autoestima dos jogadores com profissionais da área da psicologia.

No fim de semana passado, em casa, o time já havia vencido o Ypiranga, líder do Gauchão, por 2 a 0, com autoridade. Na hora da decisão diante do Inter, o time correspondeu e venceu por 3 a 0.

Apesar do grupo recheado de jovens, o Grêmio destacou seus veteranos para lidar no momento de dificuldade. A começar pelo próprio treinador, Roger Machado, acostumado a atuar em Gre-Nais como jogador. Geromel tem histórico favorável contra o Inter. Diego Souza está habituado ao clássico. Nesta semana, chegou Edilson para dar uma injeção de ânimo no elenco.

O vice de futebol Denis Abrahão até então tem sido um dos principais alvos de críticas por parte da torcida em relação ao planejamento da temporada. Após a vitória de sábado, o dirigente disse que o resultado representou o início da jornada rumo à primeira divisão.

Apesar dos problemas verificados neste começo de 2022, o departamento de futebol sempre teve o apoio da presidência e manteve convicção no trabalho. Coube à cúpula servir de suporte para os jogadores e comissão encontrar o bom futebol.

Ao mesmo tempo, o Grêmio segue no mercado em busca de reforços para Roger Machado, mas sem perder a confiança no grupo atual. Perfil de jogador como o de Edilson, que tem experiência e é acostumado com o cenário semelhante ao da Série B, tem sido o foco da direção.

O Tricolor retorna a campo na quarta-feira, com o moral mais elevado, para o segundo jogo da semifinal do Campeonato Gaúcho. Recebe o Inter na Arena, a partir das 22h15, e pode até perder por dois gols de diferença que avança para a final da competição.

Fonte: Globo Esporte