A Latam anunciou a suspensão temporária de 21 rotas no país, entre elas os voos entre Porto Velho e Manaus. A partir do dia 2 de abril e até 30 de junho as viagens estão suspensas. outras rotas suspensas pela empresa e que atingem a região Amazônica são Brasília a Rio Branco (01/04 a 30/06), Fortaleza a Manaus (01/04 a 30/06), Belém a Manaus (01/04 a 30/06), Fortaleza a Belém (01/04 a 31/05) e Belém a Macapá (01/04 a 31/05).




Segundo a empresa, a decisão se deve ao aumento do preço e da volatilidade do petróleo, o que impacta diretamente o combustível de aviação.




As outras duas grandes empresas nacionais que operam com voos entre Porto Velho e Manaus, a Gol e Azul, mantiveram as rotas. Veja nota da Latam:


A LATAM esclarece que alguns voos programados para os próximos meses e a operação para novos destinos previstos para serem lançados neste primeiro semestre de 2022 foram postergados para o terceiro trimestre de 2022, em função do alto preço do querosene da aviação, resultante da evolução da guerra na Ucrânia.




A companhia lamenta pelo impacto causado aos clientes em função destas alterações que resultam de fatores externos alheios à sua vontade e orienta os seus clientes a acessarem o site latam.com > Minhas Viagens > Administrar suas viagens para saberem se o seu voo foi postergado. Ao inserir os dados da viagem, o cliente com voo alterado conseguirá visualizar o aviso sobre a modificação.




No mesmo campo do site, os clientes com voos alterados neste período poderão remarcar o voo sem multa e diferença tarifária na mesma cabine do voo original. O cliente ainda pode solicitar o reembolso sem multa. Todas essas alternativas são válidas até o vencimento do bilhete (12 meses após a data da compra).”