Reunião com profissionais do Magistério na sede do Sindsul / Foto: Divulgação

A diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais do Cone Sul de Rondônia (Sindsul) recebeu, em sua sede na noite desta quinta-feira, 17, quase 70 profissionais do Magistério, para apresentar a proposta feita pelo Poder Executivo, de incorporar a Gratificação de Sala de Aula (pagando a diferença) e assim alcançar os 33,24% de aplicação do Piso Nacional da categoria e, enfim, a aprovação dos Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCC´S) dos servidores municipais em Vilhena.

Após a apresentação de tabelas com valores que comparavam os valores aplicados tanto no Plano atual (PCC – 147/2010), quanto no novo Plano e de oportunidades de perguntas e explanações sobre o assunto por parte dos servidores, o presidente da entidade, Wanderley Ricardo Campos Torres, pôs em votação a proposta por parte da prefeitura.

Em votação, a maioria dos servidores filiados presentes decidiram por acatar a proposta trazida pelo Executivo na última reunião com a diretoria do Sindsul. Com isso, uma nova reunião, já agendada entre Sindicato e Executivo deve decidir o envio dos Planos para a Câmara de Vereadores.

“O Executivo nos fez uma proposta na última reunião, para que, com isso, não ultrapassasse o limite com gastos na Folha de Pagamento. Trouxemos aos servidores em questão e foi aceita, então, a decisão está na mão do prefeito”, explica Wanderley.

Os profissionais exigem a aplicabilidade do piso salarial em Vilhena (leia mais AQUI).


Fonte:Assessoria Sindsul