Por 15 votos favoráveis, a Câmara Municipal de Porto Velho aprovou na sessão ordinária desta teraç-feira 22.03, o Projeto de Lei Complementar no. 4271/2021, de autoria da vereadora, que autoriza o Município a disponibilizar o cartão de vacinação em Braille a cidadãos com deficiência visual.
“O projeto vai atender cidadãos que, por suas limitações físicas e de mobilidade pública deficitária da própria cidade, são muito impactados, na hora de ir se vacinar. Lembrando que a pandemia não acabou e a vacinação continua sendo a melhor forma de proteção contra a Covid-19”, disse.

Para a vereadora é preciso dar a esses deficientes visuais condições mais favoráveis para a execução essas tarefas e o cartão é um instrumento de alta relevância social e, também de saúde pública. O cartão em braile já é uma realidade em outras capitais do país, como Maceió, desde 2021.

Em sua justificativa, a vereadora trouxe números significativos da quantidade de deficientes visuais existentes na capital, utilizando como base o Censo do IBGE: Porto Velho possuía, em 2010, quase 20 mil cidadãos com deficiência visual e certamente, uma estatística que pode estar defasada.

“É um quantitativo considerável de deficientes que poderiam ter seu acesso facilitado à vacinação com um cartão adaptado à sua especialidade. O cartão de vacinação Braile confere independência a quem não pode visualizá-lo, sem precisar de auxílio. O cartão possui também caráter inclusivo”, ressaltou a vereadora.

Fonte: Rondoniagora