Capa do álbum 'Versions of Me', de Anitta — Foto: Reprodução/Instagram/Anitta


Anitta revelou, nesta quinta-feira (31), a capa de "Versions Of Me" e a data de lançamento do novo trabalho. O quinto álbum de estúdio sairá no dia 12 de abril.

A cantora alcançou o Top 1 no Spotify com a música "Envolver" na última semana. São mais de 6 milhões de reproduções no reggaeton lançado em 2021. Veja famosos que dançaram música abaixo.

Veja os famosos que aceitaram o desafio do hit 'Envolver', de Anitta


A data de lançamento do álbum foi anunciada um dia depois do aniversário de 29 anos desta quarta (30), quando Anitta compartilhou imagens de várias fases de sua vida, com o nome do álbum.

"Todas as versões de mim. Mesmo depois de milhões de cirurgias plásticas e intervenções... meu interior continua o mesmo. Eu pude ver através de todas as fotos que todos estão postando me desejando feliz aniversário que minha alma guardou todas as coisas importantes que eu tinha desde criança", escreveu ela.

"Este é o aniversário mais feliz da minha vida. Nunca me senti tão amada, tão completa, tão satisfeita, tão feliz. Obrigado a todo o amor que todos me mostraram hoje. Ainda recebendo todas as mensagens ao redor do mundo. Mundo que eu vim com a certeza de que ia mudar... e não conseguia parar de repetir para minha família quando eu era criança tudo o que está acontecendo agora. Graças ao universo. Sempre traz de volta para você as coisas que você manifesta. Agora vamos festejar".

O artista belga Maxime Quoilin assina a direção criativa da capa com as seis versões de Anitta. Ele já trabalhou com Beyoncé, Jay-Z, Rihanna e Miley Cyrus.

Quando começou a falar sobre o novo álbum, Anitta o chamava de "Girl From Rio", mas mudou de ideia. Ela até respondeu uma pessoa no Twitter sobre isso: "Mudei o nome. Fazia mais sentido".

Miley Cyrus recebe Anitta no palco Budweiser no último show do segundo dia de Lollapalooza 2022 — Foto: Luiz Franco/g1

Além da música que faz referência à "Garota de Ipanema", ela lançou "'Faking love'" em outubro, "Envolver" em novembro e "Boys Don't Cry" em janeiro. Anitta cantou a última com Miley Cyrus no último sábado, no Lollapalooza 2022.

A lista de músicas de "Versions of Me" ainda não foi divulgada.

Sucesso de 'Envolver'

Anitta completa 29 anos e diz: 'Já veio o presente, me senti superamada'

Reggaeton lançado por Anitta em novembro de 2021, "Envolver" alcançou na última sexta-feira (25) o 1º lugar no ranking das mais ouvidas do mundo, segundo a plataforma de música Spotify.

Cantada em espanhol, "Envolver" viralizou nas redes sociais, longe dos holofotes e sem investimento tradicional, após internautas criarem desafio com a coreografia da canção, que inclui dançar na posição de prancha, com os cotovelos ou as mãos apoiados no chão.

Dos 6,3 milhões de plays da parada diária divulgada nesta sexta-feira (25), 4,1 milhões foram no Brasil. Nunca uma música teve tantos plays em um único dia no Spotify no Brasil.

A média de uma música em primeiro lugar apenas no Brasil é de 1,5 milhão de plays por dia (inclusive "Envolver" na parada divulgada na quinta-feira, 24).

O segundo lugar global da parada divulgada nesta sexta-feira (25), "Plan A", do cantor argentino Paulo Londra, teve 5,8 milhões de plays no total.

Anitta chegou ao 1º lugar mundial das mais ouvidas no Spotify nesta sexta-feira (25) — Foto: Reprodução/Spotify

Anitta estampa capa de playlist de hits do Spotify, música 'Envolver' está em 2º lugar — Foto: Reprodução/Spotify


Nas redes sociais, o clima já era de comemoração como se fosse Copa do Mundo, com mutirões virtuais e memes desde o início da semana.

"O brasileiro acorda, toma um gole de café, vê a posição de 'Envolver' nos charts, dá mais uns plays e vai trabalhar", diz um usuário do Twitter. "O Brasil não se une desse jeito desde que o Neville Longbottom chamou o Neymar de patético", afirma outro, lembrando quando o ator do filme "Harry Potter" fez um comentário sobre o brasileiro.

E Anitta agradeceu o empenho em uma publicação no Twitter: "Gente... nunca vi o Brasil tão unido. Passada. OBRIGADA", escreveu ela.

Fonte: G1