Porto Velho, RO - 
É com muita alegria que recebemos no PDT o líder indígena Almir Suruí, cacique do povo Paiter-Suruí, de Cacoal, e uma liderança reconhecida internacionalmente pelo seu trabalho e sua luta em defesa dos povos originários, das florestas e da Amazônia.

Almir Suruí é líder de seu povo desde os 17 anos, assim como foi o seu pai e o seu avô. Agora, aos 48 anos, o desafio de Almir será lutar por uma vaga na Câmara Federal, visto que aceitou o convite para ser pré-candidato a deputado federal de Rondônia, pelo PDT.

Em 2009, Almir ganhou o Prêmio Maia Lin, durante a Conferência da Cúpula do Clima (COP15), em Copenhague, pelo Projeto de Carbono Suruí. No mesmo ano, foi considerado "a pessoa mais criativa em negócios do Brasil", pela revista norte-americana Fast Company, marca líder mundial em mídia de negócios. Hoje, ele também cria gado e investe no turismo.

Almir também é o pai da Txai Suruí, a jovem de 24 anos que ficou conhecida internacionalmente pela sua participação na COP26, em Glasgow, quando estive ao seu lado me solidarizando à causa dos povos indígenas e apresentando o nosso trabalho pelo desenvolvimento de uma agricultura sustentável no Brasil.

Como eu sempre digo, com diálogo e união conseguimos tudo que é fundamental para o exercício da cidadania e para o desenvolvimento sustentável de nosso lugar, de nosso país. Seja bem vindo Almir, vamos juntos construir um futuro melhor para nós, nossos filhos e netos.