Foto: Divulgação

As chuvas que caem em todas as regiões de Rondônia, estão deixando marcar em algumas cidades do Estado. Em Porto Velho, a população teme uma nova enchente do rio Madeira como a de 2014, mas afinal, há risco de novas alagações na capital?

O Rondoniaovivo questionou a Defesa Civil sobre a situação. Segundo a pasta, não há risco de trasbordamento do rio neste momento.

De acordo com a prefeitura, o nível do rio Madeira está em 13,29 metros, bem longe da cota de trasbordamento, que é de 16 metros.

Histórico

Para se ter uma noção, em 2019, o rio chegou a 16,40 metros, e deixou mais de 6 mil pessoas em situação de emergência.

Em 2014, quando as águas chegaram a 19,14 metros, segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), o estrago foi ainda maior: 12,5 mil pessoas tiveram que deixar suas casas e irem para abrigos ou casas de parentes e amigos.

Interior embaixo d’água

A situação semelhante acontece em Cacoal e Ji-Paraná, que neste momento, vivem em alerta vermelho para risco de novas enchentes.

Na capital do Café, mais de 1200 famílias ficaram desalojadas ou desabrigadas com a cheia do rio Machado e, consequentemente, dos rios que cortam a cidade.

Já no segundo maior município do Estado, Ji-Paraná, cerca de 100 famílias estão em situação de emergência, também em razão do rio Machado, que já registra 11,78 metros, segundo a ANA.


Fonte: Rondoniaovivo
Texto: João Vitor Muniz