Na tarde desta segunda-feira (21), o diretor do Hospital Infantil Cosme e Damião, Sérgio Pereira, se pronunciou sobre os problemas apontados pelo Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero), na unidade hospitalar.

A presidente do órgão, Ellen Santiago, disse que durante as fiscalizações foram constatadas irregularidades na escala médica, problemas referentes a vagas de UTI e enfermaria. Além de problemas na estrutura do hospital.

Ao RONDONIAGORA, o diretor informou que antes do Cremero fazer essa fiscalização na unidade, a Sesau, juntamente com a direção do hospital, já estava trabalhando para minimizar os danos apontados pelo órgão fiscalizador. “Existem processos de licitação para a troca de telhados, forro e melhoria nas nossas instalações, incluindo pintura.

Independente da fiscalização, a gente já estava trabalhando para minimizar os problemas”, disse Sérgio Pereira. Questionado sobre o prazo, a direção do hospital espera que em menos de 60 dias os problemas sejam sanados.

Sobre irregularidades na escala médica, Sérgio Pereira disse que gerência médica já está trabalhando no caso, e assegurou que nenhuma criança ficou sem atendimento por falta de profissionais médicos. “Precisa ser adequado sim, e estamos trabalhando para contratar mais médicos e demais profissionais para melhor ainda mais o atendimento”, finalizou o diretor do Hospital Infantil Cosme e Damião.


Fonte: Rondoniagora