Na manhã desta quinta-feira, 17, Núbio Lopes de Oliveira, delegado titular do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de Vilhena, falou ao Extra de Rondônia sobre mais um crime de homicídio esclarecido por ele e sua equipe. Leia (AQUI).


O inquérito que investigava a morte de Gironaldo Rodrigues dos Santos, de 49 anos, mais conhecido por “Boneco”, ocorrido no dia 25 de novembro de 2021 foi encerrado e o autor identificado como Mauro Batista Boy, popular “Polaco”.

O CRIME

As investigações apontaram que um ano antes do homicídio, Girovaldo que era açougueiro no distrito de Novo Plano, teria assediado o filho de Polaco que era menor de idade através de mensagens de aplicativo, tendo o fato gerado até boletim de ocorrência.

Contudo, após se passar um ano do caso, Polaco chegou a um bar onde estavam dois colegas e Boneco consumindo bebidas alcoólicas.

Polaco chamou os três para irem ao distrito do Guaporé fazer uma “farra”, e saíram no carro de um deles.

Entretanto, quando no Km 33 da RO 391, linha 135 – o motorista parou para urinar, sendo acompanhado por Boneco e Polaco, no momento em que fazia sua necessidade fisiológica Boneco foi atacado por trás tendo o pescoço cortado, entre outros golpes de faca, morrendo no local. A vítima ainda teve gravetos introduzidos nas nádegas dando conotação sexual no cenário criminoso.

Um dos colegas tentou impedir o crime, mas foi ameaçado pelo autor que disse, “o cara é pedófilo”.

Todavia, uma das testemunhas contou o ocorrido para uma pessoa que avisou a Polícia Militar, localizando o corpo.

Polaco foi indicado por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil mediante dissimulação e teve a prisão preventiva decretada e está foragido.

Mauro Batista Boy, popular “Polaco”, está foragido


Fonte: Extra de Rondonia