Porto Velho, RO - A valorização do dólar frente ao Real elevou o interesse de compradores externos pela soja brasileira, cenário que acirrou a disputa entre agentes dos mercados doméstico e internacional e elevou os prêmios de exportação.

Esse movimento, por sua vez, foi repassado aos preços internos. Entre 10 e 17 de dezembro, o dólar se valorizou 1,23% frente ao Real, fechando a R$ 5,682 nessa sexta-feira, 17.

Também de 10 a 17 de dezembro, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá e CEPEA/ESALQ – Paraná subiram 3,23% e 3,7%, com respectivos fechamentos de R$ 171,42/sc e de R$ 168,07/sc de 60 kg nessa sexta-feira.

No campo, a escassez de chuvas tem gerado temores de queda na produtividade no Sul do Brasil.

Já no Norte e Nordeste do Brasil, é o excesso de precipitações que preocupa os sojicultores.


Fonte: Cepea
Imagem: Ésio Mendes e Daiane Mendonça