Porto Velho, RO - Durante a maior parte de 2021, o mercado de ovos registrou preços elevados, motivados pela demanda aquecida, pela oferta mais controlada e por repasses dos aumentos aos custos de produção, o que resultou em valores recordes para o produto, em termos reais.

Dados do Cepea mostram que a caixa de 30 dúzias do produto branco tipo extra, a retirar em Bastos (SP), atingiu R$ 135,51 na média de abril, o valor mais alto de toda a série histórica do Cepea, iniciada em 2013 (valores deflacionados pelo IPCA de novembro/21).

Mesmo assim, o poder de compra do avicultor de postura frente aos principais insumos da atividade, milho e farelo de soja, foi o pior da história em 2021, devido à valorização mais intensa desses itens frente aos ovos.


Fonte: Cepea
Imagem: Pixabay/Couleur