Vítima com passado marcado por complicações com a Justiça

Porto Velho, Rondônia - O ex presidiário Hélio da Silva Pires, 31 anos, foi executado com pelo menos três tiros logo no início da tarde deste domingo (26), dentro de sua residência localizada na Rua Nova Via 2, bairro Marcos Freire, zona leste de Porto Velho.

Conforme informações que a equipe de reportagem, obteve no local, a vítima estava preparando um macarrão para almoçar, quando teve a casa invadida e foi morto com vários tiros de pistola calibre .40 que atingiu a cabeça e tórax e depois o atirador fugiu do local tomando rumo ignorado.

O corpo da vítima foi encontrado pela mãe dele que imaginou que o filho tivesse passado mal e logo se assustou com uma poça de sangue na cabeça do filho e assustada a mulher solicitou a Polícia Militar que constatou os fatos e a perícia criminal junto com o rabecão foram acionados para fazer os trabalhos necessários.

Uma equipe de investigadores da delegacia de homicídios que estiveram no local relataram a vítima já havia sido investigado por um crime de homicídio e ultimamente teria sido acusado de roubar uma bomba de poço, conforme relatos da mãe de Hélio. Após a finalização o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal para exames mais detalhados. O caso está sendo apurado pela homicídios.