Aconteceu em Brasília Distrito Federal o 31º Campeonato Brasileiro de Kung Fu Wushu, entre os dias 8 e 11 de dezembro

Porto Velho, RO - “Wushu é termo que define a arte marcial de origem chinesa. Esta denominação ampla, somada ao vasto território e à tradição em desenvolvimento de técnicas de combate da China, faz com que o wushu abranja uma diversificada gama de métodos marciais.

O Wushu se popularizou no ocidente como Kungfu, e de forma sintética pode ser classificado em métodos de combate ou de Taolu (forma). Os métodos de combate envolvem diversificadas técnicas de socos, chutes, quedas, projeções, torções e luta corpo a corpo. 

Os métodos de Taolu tratam fundamentalmente do treinamento de sequências de golpes praticados de maneira contínua para desenvolvimento das habilidades necessárias à sua aplicação, estes envolvem técnicas de mãos livres e armas, como bastão, espada, lança e outras tantas armas tradicionais chinesas.” (fonte CBKWPág.)

Aconteceu em Brasília Distrito Federal o 31º Campeonato Brasileiro de Kung Fu Wushu, entre os dias 8 e 11 de dezembro de 2021, com a participação de atletas de todo o País este é considerado um dos maiores eventos da américa latina haja vista a quantidade de competições envolvidas e o nível dos atletas, ansiosos por competirem após um longo período de restrições devido a Pandemia causada pelo Covid-19, os mesmos não deixaram a desejar, o evento teve regras rígidas de combate ao Covid – 19 nenhum atleta competiu sem antes passar pela testagem ant.Covid.

Não foi permitida a entrada de público no Ginasio, outra característica é que o Evento foi amplamente divulgado nas redes sociais, com transmissões ao vivo, o evento foi sem duvidas um dos mais bonitos já realizados, a fotografia, aposição das arenas de competições lembravam eventos asiáticos, o alto nível dos combates renderam inusitados momentos como foi o caso do atleta super pesado Aldebran do Paraná que aplicou em seu adversário a famosa “calda baixa” rasteira tão populariza nas décadas de 80 e 90.

Diversos atletas do Wushu Sanda tiveram destaques neste Evento modalidade esta que é uma das preferidas dos rondonienses, as equipes de Santa Catarina e Mato Grosso do Sul apresentaram uma forte equipe, os mato-grossenses também não ficaram para traz, neste evento pode se notar o potencial de diversos atletas de luta, das formas e também nos internos, o Wushu Brasileiro esta em Ascenção apesar de tudo que aconteceu no País e no Mundo.

Desempenho dos rondonienses:

Sem sobra de duvidas Gabriel Sobral e Henrique Nunes são os atletas de maior destaque do Estado quando o assunto é Kung Fu, se for falar de formas (Tao Lu) eles são referenciais, muitos outros trilharam este caminho e trouxeram grandes conquistas para o Estado, mas a perseverança é a palavra chave para o sucesso dentro do Kung Fu, estes dois jovens muitas vezes sem os devidos apoios seguem na dura jornada das artes marciais no Estado de Rondônia, Gabriel apoiado por seu pai Professor Gersey Sobral, Henrique Nunes vive uma situação complicada no momento mas graças ao apoio de alguns simpatizantes do movimento conseguiu representar o Estado mais uma vez.

No quadro de medalhas Wushu Tradicional com a conquista dos 02 ouros e 01 Bronze Rondônia ficou em 11º lugar dentre os 16 Estados participantes no 31º CBKW;

Paralelamente foi realizado o 5° Campeonato Brasileiro Universitário de Kung Fu Wushu, onde o cacoalense ABEM/FRKW Gabriel Sobral conquistou 1 ouro em Qiang Shu ( lança), 1 ouro em Leque Tradicional, bronze em Jianshu ( espada).Gabriel também faturou mais duas medalhas no XXXI Campeonato Brasileiro, no Tao Lu Desportivo conquistou 1 prata em Qiang Shu e 1 bronze em Jianshu.

Gabriel vai se sagrando cada vez mais em sua nova fase como um atleta Universitário do Wushu, sendo sério candidato a disputar o mundial da modalidade.

A Federação Rondoniense de Kung Fu parabeniza os atletas ranqueados, aos apoiadores, aos familiares pelo incentivo aos jovens atletas que muito tem a conquistar pela frente.


Fonte: Por Dir. Técnico Geral FRKW / Davi Carlos Brandão, 23/12/2021