Porto Velho, RO - Um crime ocorrido em 2018 e que até então seguia sem resolução pode ter chegado ao fim nesta quarta-feira (08) com a prisão de um suspeito.

O político é apontado como mandante de uma emboscada ocorrida contra o radialista Hamilton Alves de Melo do programa “Abrindo o Jogo” da rádio Nova Jaru FM na tarde de 20 de março de 2018.

Nesta quarta, agentes da polícia Civil cumpriram mandados em aberto que tramitavam pela Delegacia de Jaru. Entre eles o caso do radialista que foi atingido por seis disparos durante o atentado na BR-364 no trecho entre Jaru e Ouro Preto D’Oeste.

Dois homens em uma moto aproveitaram que o veículo do radialista havia reduzido a velocidade na chamada curva da morte, um deles desceu e passou a efetuar os tiros com uma pistola .380, cinco acertaram o profissional da imprensa.




Nesta mesma época, três vereadores chegaram a ser presos por suspeita de envolvimento, também eram investigados por irregularidades no transporte escolar do município. Além deles, foram detidas outras sete pessoas.