Polícia Civil de Candeias do Jamari prende dupla que cometia assaltos na área rural e recupera produtos com receptadores na capital


A dupla Paulo Roberto da Silva e Vauiris Felipe da Cunha foram presos pela Polícia Civil de Candeias do Jamari

Porto Velho, RO - Chegou ao fim a trajetória criminosa de V.F.C. e P.R.S., que há dois meses promoviam o terror em sítios e fazendas da região de Candeias do Jamari. Após investigações da Polícia Civil foi armada uma arapuca aos bandidos, que acabaram sendo presos na BR 364, imediações da entrada para o Distrito de Triunfo, após quatro dias de monitoramento na região. Só nos últimos dias aconteceram três roubos na região, entre a entrada da Viola Nova Samuel e o Distrito de Triunfo.

A polícia tinha a discrição do veículo usado para praticar os crimes, uma pickup Strada de cor prata, modelo antigo, que estava com algumas avarias. Os policiais também tinha a descrição física dos dois acusados, sendo um deles com cerca de 50 anos e o outro aproximadamente 32.

Era por volta do meio dia quando o veículo foi avistado, e a dupla abordada. O homem que estava no banco do passageiro, V.F.C. portava uma pistola calibre 380 com 10 munições, enquanto o outro estava desarmado.

Ao serem indagados eles revelaram que estavam no local para com intenção de praticar roubos, e usariam a arma para tanto. A dupla recebeu voz de prisão e no interrogatório posterior eles foram confessando a participação em vários crimes cometidos nas últimas semanas, totalizando seis ocorrências.

A partir de então, os acusados passaram a colaborar com a polícia e começou a busca para recuperar produtos roubados em locais que eles haviam passado adiante as coisas. O primeiro ponto foi uma loja de ração de animais, onde o suposto receptador não estava, mas a esposa dele colaborou e no local forma encontrados máquinas e equipamentos agrícolas se comprovação de procedência, incluindo coisas que haviam sido levadas pelos detidos.

Nos fundos da loja a polícia achou e apreendeu três roçadeiras, marca Sthil, uma roçadeira, marca Honda, uma haste de roçadeira, com lâmina, mas sem o motor, uma bomba de veneno motorizada, marca Sthil, três motosserras, pequenos, marca Sthil, um motosserra, grande, marca Sthil, um moto bomba cor azul pequeno, uma furadeira marca Bosch, uma máquina de solda pequena cor amarela, marca Kala, um aspirador de pó cor preto. Depois eles foram até uma distribuidora onde o dono havia comprado animais furtados pela dupla. Ambos receptadores acabaram sendo indiciados.

Finalmente, o acusado P. levou os policiais a sua própria casa, onde a polícia achou uma motosserra pequena, marca Sthil e uma bomba de veneno, cor azul, sendo que o suspeito confirmou serem produtos de roubo. No local havia mais produtos que são fruto de origem ilícita.

A polícia ainda encontrou com a dupla aparelhos de celular e R$ 1.300,00 em dinheiro, valor que seria fruto da venda de armas de fogo roubadas nos crimes praticados recentemente e passadas adiante.

Toda a operação foi conduzida pelo delegado Cristiano Ferreira, de Candeias do Jamari, e várias vítimas já estiveram na delegacia e reconheceram os suspeitos. Apesar de terem confessado seis roubos, há suspeita que eles estão envolvidos em mais crimes, pois existem pelo menos oito boletins de ocorrência registrados nas últimas semanas que apontam que os dois detidos podem estar implicados.





Postar um comentário

0 Comentários