Deputados Alex Redano e Jair Montes compartilham experiência de investigação com a CPI da Amazonas Energia


Os deputados da Assembleia de Rondônia foram ao Amazonas a convite do presidente da CPI da Amazonas Energia


Ao receber a visita do presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, deputado Alex Redano (Republicanos), e do relator da CPI da Energia Elétrica do estado, deputado Jair Montes (Avante), o presidente da Assembleia do Amazonas, Roberto Cidade (PV), pediu apoio para articular a união dos parlamentares da Amazônia no intuito de, juntos, trabalharem pela diminuição do valor da tarifa de energia elétrica na região. O deputado lembrou que, nesta semana, o Amazonas teve um reajuste de 15,99% no valor da tarifa.


"Vamos enviar um requerimento à Aneel e tentar uma audiência pública em Brasília e buscar saber porque o preço da energia subiu tanto. Privatizaram e piorou. Precisamos unir forças para que possamos olhar com carinho para nossa população que clama por uma conta mais barata”, disse Cidade.


A proposta foi prontamente aceita pelo parlamentares rondonienses. Jair Montes, inclusive, destacou que é a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) quem decide, sem qualquer tipo de consulta aos estados, os reajustes na conta de energia.


“O grande caos que temos é a Aneel. Eles fazem o que querem. Nós não temos poder de baixar energia, só eles. Nós (de Rondônia e Amazonas) geramos energia e estamos pagando a energia mais cara do Brasil. A população quer uma energia com preço justo”, destacou.


Intercâmbio

Os deputados da Assembleia de Rondônia foram ao Amazonas a convite do presidente da CPI da Amazonas Energia, Sinésio Campos (PT), para um intercâmbio. Recentemente, o parlamento rondoniense concluiu a CPI da Energia. O relatório final, inclusive, foi compartilhado com os membros do colegiado amazonense.


Roberto Cidade destacou a importância desta troca de experiências e agradeceu a visita.


“Estamos recebendo o relatório da CPI da Rondônia que, com certeza, vai ajudar muito os membros da CPI da Assembleia a fazer um grande trabalho contra essa empresa que vem prejudicando o nosso Amazonas e prejudicou muito Rondônia”, destacou.

Postar um comentário

0 Comentários