Energisa leva programa de eficiência energética para Cernic e Apae.

Serão investidos R$ 210 mil em ambas as instituições para promover a redução do consumo de energia equivalente ao de 13 casas populares por ano


Nesta terça-feira (19), a Energisa assinou contrato para início ao Programa de Eficiência Energética (PEE) no Centro de Reabilitação Neurológica Infantil de Cacoal (Cernic) e na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Espigão do Oeste (Apae). No total, serão investidos R$ 210 mil em ambas as instituições para promover a redução do consumo de energia equivalente ao de 13 casas populares por ano.

No Cernic, serão substituídas 187 lâmpadas pelo modelo LED e a instalado sistema de geração solar com 56 placas fotovoltaicas com capacidade para produzir 16,57 MWh/ano. A perspectiva é reduzir a conta de energia em cerca de R$ 18 mil por ano.

Fundado em 1982, o Cernic atende mais de 230 crianças, adolescentes e jovens com deficiência oferecendo serviços de saúde, educação e inclusão social. A obra será iniciada para segunda quinzena de novembro e deve ser concluída em duas semanas.

André Theobald, diretor presidente da Energisa em Rondônia, lembra que foram desenvolvidos projetos semelhantes em instituições também na capital que proporcionaram benefício para as pessoas que são atendidas, com economia para as organizações.

“Os segmentos de educação e saúde estão entre as nossas prioridades no esforço de levar ações de eficiência energética para o estado. Sabemos que são segmentos que impactam diretamente na qualidade de vida da população”, afirma.

Já na Apae de Espigão do Oeste o investimento abrange a substituição de 166 lâmpadas pelo modelo LED e a instalação de sistema de geração solar com 34 placas fotovoltaicas com capacidade para produzir 26,66 MWh/ano, o equivalente ao consumo de 18 casas populares anualmente. A perspectiva é reduzir a conta de energia em cerca de R$ 19 mil por ano.

A obra será iniciada para segunda quinzena de dezembro e deve ser concluída em duas semanas. Ambas as ações são viabilizadas por meio do Programa de Eficiência Energética, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Investimentos em Cacoal e Espigão

Cacoal e Espigão do Oeste fazem parte do plano de transformação desenvolvido nos três anos de concessão. Em Cacoal estão sendo investidos R$ 56 milhões em novas ligações de energia pelo Luz Para Todos, expansão e modernização da rede elétrica.

Ano passado, o município foi beneficiado pelo Programa de Eficiência Energética, da Agência Nacional de Energia Elétrica, com a instalação de mais de mil lâmpadas LED da iluminação pública, que reduzem o consumo de energia e proporcionam luminosidade adequada para vias, contribuindo para segurança da população.

Já Espigão D’Oeste está recebendo R$ 15 milhões para a construção de nova subestação de energia, novas ligações pelo Luz Para Todos, expansão e modernização da rede elétrica. O município foi o primeiro município a receber o projeto “Energia que Transforma”, em janeiro de 2020, com mutirão de serviços e que prestou mais de 2 mil atendimentos, substituição de 148 geladeiras e 2 mil lâmpadas LED para famílias de baixa renda. Desde então, o projeto foi reformulado devido à pandemia, e se estendeu por todo estado.

Postar um comentário

0 Comentários