Durante convenção do União Brasil, Marcos Rocha conquista presidência estadual do partido em Rondônia


Governador já iniciou o processo de estruturação da legenda no Estado

Porto Velho, Rondônia - Aconteceu na manhã desta quarta-feira, 6, em Brasília a convenção conjunta entre os partidos DEM e PSL, cuja fusão resultou na criação do maior partido conservador de direita do país, o União Brasil. 

A executiva nacional está sob o comando do deputado federal Luciano Bivar e em Rondônia o governador Marcos Rocha, a maior representação da direita em Rondônia, permanece presidente da nova legenda, que nasce com o número 44 e com muita musculatura na política brasileira. 

As tratativas políticas no Estado estão a cargo do Secretário-chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, que também compõe a executiva estadual. Ao todo são quatro governadores, oito senadores e 83 deputados. Todos membros da direita conservadora no país.

Durante sua fala, o Governador Marcos Rocha disse que o União Brasil é um momento importante não apenas para a legenda, mas pelo país. “Essa União permite que fortalecemos cada vez mais a nossa nação. Vamos trabalhar firmes pra fortalecer o partido”, disse Marcos Rocha. 

O DEM aceitou por aclamação a fusão entre as duas legendas e os convencionais do PSL votaram por unanimidade pela junção e criação do União Brasil.


 

O até então presidente do DEM, ACM Neto, foi enfático em sua fala ao dizer que o novo partido trabalha em prol da democracia e que seus membros não abrem mão do debate. Marcos Rocha, que é aliado de primeira hora do presidente Bolsonaro, deu um passo importante para seu futuro político em Rondônia. 

No comando do partido, ele já iniciou o processo de estruturação e já tem se reunido com diversas lideranças a fim de fortalecer o partido.

Os ministros do presidente Bolsonaro, Tereza Cristina (Agricultura), Anderson Torres (Justiça) e Flávia Arruda (Secretaria de Governo) também participaram da convenção do União Brasil.




CONFIRA VÍDEO:

Postar um comentário

0 Comentários