Prefeitura participa de atividade alusiva à Semana Nacional de Trânsito no Espaço Alternativo



A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran), entre outras secretarias municipais, participou, na tarde de quinta-feira (23), da simulação de um grave acidente de trânsito com resgate aéreo. A ação aconteceu no estacionamento do Espaço Alternativo, zona Norte da cidade.


Na simulação, o carro bateu num poste e logo em seguida pegou fogo. Com isso, as autoridades de trânsito mostraram para o público não apenas a gravidade do acidente, como uma imprudência pode resultar em uma tragédia, mas, também, o aparato mobilizado e os cuidados para salvar vidas diante de uma situação como essa.


Organizado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran/RO), o evento alusivo à Semana Nacional de Trânsito, de 18 a 25 de setembro, teve como objetivo impactar e chamar a atenção dos frequentadores do local para que respeitem as leis do trânsito e, dessa forma, muitas vidas possam ser salvas.


“A ideia aqui é alertar os condutores e pedestres sobre a responsabilidade que todos devem ter no trânsito. Estamos tentando conscientizar a cada um do seu papel, que todos devem fazer a sua parte e garantir que nossos hospitais não fiquem tão superlotados”, afirmou Bruna Burak, gerente da Divisão e Treinamento para o Trânsito da Semtran.


Além de trabalhar na sinalização da via e orientar os condutores que passavam pelo local, na tenda da Semtran havia farta quantidade de materiais explicativos sobre a conduta adequada a ser adotada por condutores e pedestres para respeitar as leis e evitar acidentes. Esse material foi distribuído aos frequentadores após uma breve explanação.


CUSTOS PARA A SAÚDE


O diretor geral do Detran/RO, Paulo Igor de Almeida, também falou sobre a importância de ilustrar para a sociedade, por meio da simulação de um acidente grave, os riscos de um sinistro dessa proporção quando alguém deixa de tomar os cuidados necessários ao dirigir um veículo ou até mesmo estando a pé. Alertou ainda que os acidentes representam altos custos para a estrutura de saúde pública estadual e municipal.


MAIS APOIADORES


Além da Semtran, a simulação teve o apoio da Prefeitura, através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdur), Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) e Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), entre outros órgãos estaduais e federais.




Texto: Augusto Soares
Foto: Saul Ribeiro
Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários