TRAFEGABILIDADE: DER inicia operação tapa-buracos nos 25 quilômetros da Rodovia 010, que interliga Rolim de Moura ao distrito de Nova Estrela



O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), iniciou na terça-feira (17), os serviços de remendos profundos e superficiais na RO-010, principal via de acesso entre Rolim de Moura a Nova Estrela, único distrito do município.

De acordo com o diretor-geral do DER, Elias Rezende, os serviços de manutenção e recuperação (tapa-buracos) na Rodovia 010 acontecem nos 25 quilômetros da via entre o município e o distrito. “Garantir o escoamento da produção é uma preocupação do governador Marcos Rocha e do vice-governador José Jodan. O agronegócio é a mola propulsora da economia do Estado de Rondônia e nós, como poder público, entendemos a importância de rodovias trafegáveis. A RO-010 é uma rodovia importante que interliga diversos municípios da região da zona da mata com as regiões do Cone sul, Café e Vale do Guaporé”, pontuou o diretor-geral do DER.



Equipe da 4ª usina de asfalto do DER realiza os serviços de melhorias

Os serviços estão sendo realizados pela equipe da 4ª Usina de asfalto de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (Cbuq).

“Os serviços seguem o cronograma anual de planejamento de manutenção das rodovias pavimentadas. Já concluímos os serviços na RO-383 entre Santa Luzia d’Oeste e Alta Floresta d’Oeste, RO-490 entre Alto Alegre dos Parecis e o trevo da RO-383, RO-135 (P-50) em Alta Floresta d’Oeste sentido a Vila Marcão, RO-479 entre Rolim de Moura e à BR-364 e outra equipe segue com o recapeamento da Ro-010 sentido ao município de Novo Horizonte d’Oeste”, explicou o gerente da 4ª usina do DER, Thiago Moreira.

Para a autônoma Ana Paula da Silva, moradora de Rolim de Moura, o serviço chega em momento oportuno. “Essa rodovia possui um intenso tráfego de veículos, passo por ela diariamente e vejo o quão ela é perigosa devido as panelas (buracos) na pista e ondulações (borrachudos). Agora, com a manutenção, ela ficará mais confortável para dirigir e sem colocar a nossa vida em risco. Além disso, evitará prejuízos com pneus cortados nos buracos”, finalizou a Ana Paula.

Postar um comentário

0 Comentários